Dia Nacional do Doador de Sangue será celebrado neste sábado, 25 de novembro. Foto: Banco de Sangue

Por Marcos Antonio Santos

A Unidade de Coleta e Transfusão (UCT) de Toledo (Banco de Sangue) está com uma programação especial nesta semana. Com o lema: “Doe sangue, doe plasma, compartilhe a vida, compartilhe com frequência”, hemocentros de todo o país se unem durante esta semana, com o objetivo de homenagear o Dia Nacional do Doador de Sangue, celebrado neste sábado, 25 de novembro.

A chefe da Unidade de Coleta e Transfusão de Toledo, Vania Frigotto, disse que esta semana o Banco de Sangue tem uma programação especial paras os doadores que forem a Unidade por se tratar da Semana Nacional do Doador de Sangue. “Teremos mimos para os doadores, recepção com música e um painel ‘Anjos Salvam Vidas’ para fotos feito pelo artista Isaac Souza. A música será em dias específicos, nos quais teremos grupos se apresentando”.

Ela ressalta que ainda não se tem nada que substitua o sangue. “Essas pessoas que fazem tal gesto de altruísmo são responsáveis por salvar várias vidas diariamente, então, nada mais justo do que homenageá-las e agradecê-las nesta semana”, afirma.

[bsa_pro_ad_space id=17] [bsa_pro_ad_space id=15]
Artista plástico Isaac Souza de Jesus. Foto: Banco de Sangue

Segundo o Ministério da Saúde, 1,8% da população doa sangue de forma regular. Esse número fica um pouco abaixo dos 2% ideais definidos pela Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), mas bem atrás dos 5% registrados em países da Europa. As doações constantes são essenciais para os estoques de plaquetas, que ajudam no controle de sangramentos e são usadas em tratamentos contra o câncer, por exemplo.

Doação de sangue é o processo pelo qual um doador voluntário tem seu sangue coletado e armazenado em um banco de sangue ou hemocentro, para uso subsequente em transfusões de sangue.

O sangue é um composto de células que cumprem funções como levar oxigênio a cada parte do corpo, defender o organismo contra infecções e participar na coagulação. Nada substitui o sangue.

AUMENTO DA MÉDIA DE DOADORES – E uma ação que teve início em setembro deste ano no Banco de Sangue de Toledo resultou na redução do percentual de faltosos na UCT. De 20 coletas diárias, a Unidade passou para 30 a 40 coletas em cada dia de atendimento. “Tínhamos um grande problema com pessoas que agendavam no site e no dia não compareciam, tivemos ampliação nos nossos recursos humanos com duas residentes que passaram a enviar mensagens no WhatsApp para os doadores, confirmando dia e horário do agendamento. Com isso, de 20 doações por dia, passamos para 30 a 40 doações a cada dia”, relata Vania Frigotto. A iniciativa nas primeiras semanas obteve resultado de aproximadamente 95% de presença dos doadores. A doação pode ser agendada no site www.saude.pr.gov.br/doacao ou ligar no (45) 3379 -1993.

Vania posando para foto em frente ao painel do artista Isaac Souza. Foto: Banco de Sangue

QUEM PODE DOAR – Podem doar sangue as pessoas que tiverem idade entre 16 e 69 anos, sendo que a primeira doação deve ser feita, obrigatoriamente, até os 60 anos. Menores de 18 anos só podem doar com a autorização dos responsáveis legais. Todo doador deve apresentar um documento original com foto.

Se o voluntário tiver almoçado, o procedimento deve ser feito três horas depois. Se for um doador frequente, é preciso obedecer ao intervalo para a doação, que deve ser de dois em dois meses para homens, que podem doar no máximo quatro vezes por ano, e de três em três meses para mulheres, que podem doar no máximo três vezes por ano.

CONDIÇÕES BÁSICAS PARA DOAR SANGUE – Ter entre 16 e 69 anos de idade (Menor de 18 anos deve apresentar o formulário de autorização e cópia do documento de identidade com foto do pai, mãe ou tutor/guardião;

– Idosos devem ter realizado pelo menos uma doação de sangue antes dos 61 anos);

– Pesar mais de 51 quilos e ter IMC maior ou igual a 18,5 (descontar o vestuário);

– Há medicamentos que podem impedir a doação. Confira algumas restrições em nossa lista de impedimentos;

– Apresentar documento de identificação oficial com foto (original ou cópia autenticada em cartório), em bom estado de conservação e dentro do prazo de validade. Documentos aceitos: carteira de identidade, carteira de trabalho, certificado de reservista, carteira nacional de habilitação, passaporte, carteira profissional emitida por classe ou carteira de doador. Não são aceitos crachás funcionais, carteiras estudantis nem certidão de nascimento;

– Dormir pelo menos seis horas, com qualidade, na noite anterior à doação;

– Não ingerir bebida alcoólica nas 12 horas anteriores à doação;

– Não fumar duas horas antes da doação.

Fotos: Banco de Sangue