Apesar da pandemia, avaliação das atividades do ano é positiva com avanços em parecerias

Uma Assembleia Geral Especial (AGE), da Cooperativa de Trabalho e Assistência Técnica do Paraná (Biolabore), encerrou o ano de atividades da entidade. A AGE deve ser feita em atendimento à Lei 12.690, das Cooperativas de Trabalho. Na pauta estiveram a prestação de contas, apresentação dos resultados de contratos e projetos desenvolvidos no ano e estratégias da cooperativa para manutenção e crescimento.

Conforme o presidente, Douglas Kunz (foto), a legislação também cobra que seja feita a apresentação dos direitos e deveres de cada cooperado, participação nos lucros e funcionamento da cooperativa.

Atualmente a Biolabore conta com 79 cooperados. É um grupo multidisciplinar composto por engenheiros agrônomos, agrícolas e ambientais, zootecnistas, médicos veterinários, biólogos, filósofo, teólogo, administradores, turismólogo, geógrafo, sociólogo e técnicos agropecuários e agrícolas, técnicos em agroecologia, engenheiro de pesca, engenheira química, engenheiro ambiental, economista, e advogado.

Avaliação do ano

Ao avaliar as ações de 2020, Douglas Kunz ressalta que, apesar de todas as dificuldades foi um ano de conquistas. Foram mantidas parcerias e iniciados novos contratos. Além disso, segundo, o presidente, a Cooperativa adquiriu um terreno no Biopark para futuros investimentos e ações de expansão da cooperativa.

Para o próximo ano a expectativa é de ampliar os atendimentos, com algumas estratégias previstas para serem executadas.

Fonte: Assessoria