Tuesday, July 7, 2020
Isenção e Verdade


Toledo trabalha para ampliar número de respiradores desde 2019

Antes da pandemia de Covid-19, ainda no ano passado, o município atuou junto a autoridades regionais e estaduais para ampliar…

Por redacao gazeta , em Cidade , no dia30 de junho de 2020, 15:49h

Antes da pandemia de Covid-19, ainda no ano passado, o município atuou junto a autoridades regionais e estaduais para ampliar número de leitos de UTI. A Secretaria Municipal de Saúde de Toledo não tem medido esforços quando o assunto é atendimento à população. Dessa forma, tem se esforçado para ampliar o número de leitos de alta complexidade – sobretudo de unidade de tratamento intensivo (UTI) – disponíveis no município.

Ainda no ano passado, quando não se tinha conhecimento sequer dos primeiros casos de Covid-19 na China, as autoridades locais encaminharam ofício ao chefe da 20ª Regional de Saúde, Alberi Locatelli, solicitando a compra de respiradores. Na mesma época, o prefeito Lucio de Marchi, por intermédio da vereadora Olinda Fiorentin, esteve em Curitiba e tratou deste assunto em conversa com o deputado estadual Delegado Rubens Recalcatti, ocorrida no gabinete do parlamentar, que garantiu que se empenharia na conquista deste pleito para Toledo.

Além disso, o município iniciou o processo de aquisição de respiradores para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e o Pronto Atendimento Municipal (PAM) com recursos próprios. Porém, o Ministério da Saúde, em meio a um cenário em que o novo coronavírus já começava a chegar a outros continentes, requisitou a compra de todas as unidades fabricadas pela Leistung Equipamentos Ltda., mesma empresa que estava produzindo as unidades que viriam para Toledo.

Para fortalecer a saúde pública no âmbito regional, a saída encontrada pelo município foi destinar os respiradores do futuro Hospital Regional (que estavam sem uso) e encaminhá-los ao Hospital Bom Jesus, que está utilizando estes equipamentos na ala destinada especificamente para pacientes suspeitos ou confirmados de Covid-19 que se encontram em estado grave, atendendo pacientes de toda a Macrorregional Oeste. Ainda em março, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Ofício nº 321/2020, solicitou à Secretaria de Estado de Saúde (Sesa) que fornecesse respiradores para o Hospital Bom Jesus, PAM e UPA – os quais ainda não chegaram a Toledo.

Recentemente, a Secretaria de Estado de Saúde (Sesa), órgão responsável pela gestão dos hospitais públicos e conveniados ao Sistema Único de Saúde (SUS) de todo o Paraná, anunciou que recebeu 120 respiradores do governo federal. Ato contínuo, o prefeito de Curitiba, Rafael Greca, afirmou que 100 destes equipamentos ficariam no município que administra. Manifestando preocupação com esta desigualdade de tratamento entre capital e demais cidades do interior, a Associação Comercial e Empresarial de Toledo (Acit) encaminhou, na última quinta-feira (25), ofício à chefia da 20ª Regional de Saúde solicitando que a Sesa destine os equipamentos recebidos às regionais de saúde que atendem a Macrorregional Oeste. O prefeito Lucio de Marchi também encaminhou ofício ao Ministério da Saúde com o objetivo de que este liberasse mais respiradores para o município.

“Solicitamos a compreensão e a colaboração da população para as medidas de combate ao novo coronavírus que estamos adotando. É uma luta de todos e esperamos que todos nos apoiem para que esta pandemia não ocasione ainda mais mortes, algumas das quais poderão ser de pessoas muito próximas de nós”, salienta a secretária de Saúde, Denise Liell.

Fonte: Secom/Pref. de Toledo

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
%d blogueiros gostam disto: