Thursday, July 2, 2020
Isenção e Verdade


Saúde confirma 35 novos casos de sarampo no Paraná

O boletim do sarampo divulgado nesta quinta-feira (14) pela Secretaria de Estado da Saúde traz 35 novas confirmações da doença…

Por redacao gazeta , em Estadual , no dia14 de maio de 2020, 16:31h

O boletim do sarampo divulgado nesta quinta-feira (14) pela Secretaria de Estado da Saúde traz 35 novas confirmações da doença no Estado, em relação ao informe da semana passada. Os novos casos estavam em investigação e referem-se a amostras coletadas em período anterior há três semanas.

O informe totaliza 3.405 casos notificados no Paraná. Destes, 1.116 estão confirmados, 608 foram descartados e 1.681 estão em investigação. Este acompanhamento começou em agosto de 2019.

“Seguimos com ações de bloqueio e de prevenção do sarampo, principalmente na Região Metropolitana de Curitiba, que concentra maior número de ocorrências. O surto da doença ainda existe no Paraná. São necessários 90 dias sem registro de casos para sairmos deste patamar. Por isso, reforçamos a importância da vacina”, explicou o secretário da Saúde, Beto Preto.

A diretora de Atenção e Vigilância em Saúde da secretaria, Maria Goretti David Lopes, alerta que, mesmo com a pandemia da Covid-19, a população não deve se descuidar em relação a outras doenças que, inclusive, podem ser evitadas com a vacina, como o sarampo. “Menos pessoas doentes, menos pessoas nas unidades de saúde e mais pessoas apresentando boas condições de saúde. Este é nosso objetivo”, complementa.

CAMPANHA – A campanha nacional de vacinação contra o sarampo começou em fevereiro e na etapa atual é dirigida à faixa etária de 20 a 49 anos.

Para facilitar o acesso à dose da vacina, a secretaria estadual da Saúde vem incentivando e participando de ações chamadas de extramuros. “Estamos promovendo, com apoio das secretarias municipais, a vacinação em empresas e instituições que reúnem maior número de trabalhadores na faixa etária estabelecida pela campanha, evitando que a pessoa se desloque até um posto de saúde e garantindo a imunização”, explicou a coordenadora de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Estadual, Acácia Nasr.

“Nesta semana, por exemplo, profissionais da Sesa, estiveram em Guarapuava para participar de ação de vacinação no Centro da cidade. Cerca de 300 pessoas foram imunizadas. A ação contou com apoio do Conselho Regional de Enfermagem do Paraná”, disse a coordenadora.

Em Curitiba, em parceria com o Serviço Social do Transporte/ Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte e Conselho Regional de Enfermagem, cerca de 460 motoristas que atuam na Região Metropolitana receberam a vacina.

A Divisão de Vigilância do Programa de Imunização da Secretaria de Estado da Saúde organiza novas parcerias com empresas da região Metropolitana de Curitiba para levar a vacina a mais trabalhadores. “Estamos relacionando várias empresas, estabelecendo os contatos e na próxima semana estaremos vacinando a faixa de 20 a 49 anos nestes locais”, informa Vera Rita Maia, chefe da divisão.

SARAMPO – A doença é grave e altamente contagiosa. Uma pessoa infectada pode transmitir para até outras 18 pessoas que não estejam imunes. A disseminação do vírus ocorre por via aérea ao tossir, espirrar, falar ou respirar.

Fonte: Agência Estadual de Notícias

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
%d blogueiros gostam disto: