Saturday, June 6, 2020
Isenção e Verdade


Vacina contra Meningite recebe reforço e entra para o calendário anual

A vacina Meningo ACWY passa a partir deste mês de abril a fazer parte do calendário de vacinação do Sistema…

Por redacao gazeta , em Cidade , no dia13 de abril de 2020, 16:46h

A vacina Meningo ACWY passa a partir deste mês de abril a fazer parte do calendário de vacinação do Sistema Único de Saúde. Ela protege contra a Meningite Menincocócita e infecções generalizadas. Ela está disponível para adolescentes com 11 e 12 anos de idade.

A decisão foi tomada pelo Ministério da Saúde devido a uma análise que apontou uma mudança na epidemiologia da meningite com aumento dos casos da tipologia W – não coberta pela vacina atualmente disponibilizada pelo sistema público. Dados da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) mostram que em 2007 os casos de meningite pelo tipo W eram de 4,1% em Santa Catarina, mas no ano passado esse número já estava em 39,3%.

Meningite meningocócica é uma forma grave de meningite bacteriana, altamente contagiosa, causada pela bactéria Neisseria meningitidis, também conhecida como meningococo.

Segundo a Enfermeira da Vigilância Epidemiológica, Cleunice Sarturi, a introdução dessa vacina para adolescentes tem como intuito garantir a sustentabilidade da oferta da vacina contendo o sorotipo C, além de proteger quanto ao sorogrupo W, considerando a gravidade da doença. Na prática, o serviço público oferecia a vacina contra meningite C, mas essa nova vacina deverá substituí-la, cobrindo mais três tipos de sorologia.

“Estes sorogrupos são de grande importância epidemiológica na distribuição de doenças meningocócicas, sendo que a ocorrência dessas doenças varia conforme o país ou região no mundo.  A vacina é uma das principais formas de prevenção contra a doença. E a maioria dos indivíduos podem ser portadores assintomáticos, podendo ser transmissores da doença. Para algumas pessoas pode ser de grande gravidade”, alerta a Enfermeira.

Essa vacina estava disponível apenas no sistema particular e custa, em média, R$ 500 cada dose. A partir deste mês de abril estará disponível para adolescentes de 11 e 12 anos de idade em cinco postos de vacinação de Toledo, conforme a reorganização do sistema de saúde do município.

A UBS São Francisco é referência para a população do Alto Panorama, Panorama e São Francisco; O Centro de Saúde é referência para a população da Paulista, Bressan, Porto Alegre e Centro; a UBS Maracanã é referência do próprio Maracanã; UBS Europa é referência para Jardim Concórdia, Santa Clara e Europa; e UBS Coopagro é referência para Industrial, Pancera, Cosmos e Coopagro.

Cleunice lembra que como a vacina fará parte do calendário de vacinas, estará disponível durante o ano todo, não necessitando que todos compareçam de imediato nas unidades de saúde apenas para este fim.

A população estimada na faixa etária de 11 e 12 anos em Toledo é de aproximadamente quatro mil jovens.

A partir desta terça-feira (14) as doses já estarão disponíveis. A Secretaria de Saúde lembra a população para tomar os cuidados de higiene e prevenção necessários ao sair nas ruas e procurar o serviço de saúde em função da pandemia do novo coronavírus.

Fonte: Secom/Pref. de Toledo

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
%d blogueiros gostam disto: