Wednesday, June 3, 2020
Isenção e Verdade


Equipes reforçam fiscalização no comércio de Toledo.

Na manhã desta terça-feira, cerca de 50 servidores municipais de diversas Secretarias com apoio da Defesa Civil, e órgãos de…

Por redacao gazeta , em Cidade Saúde , no dia8 de abril de 2020, 06:57h

Na manhã desta terça-feira, cerca de 50 servidores municipais de diversas Secretarias com apoio da Defesa Civil, e órgãos de segurança iniciaram uma fiscalização no comércio. O objetivo é fazer cumprir o decreto municipal nº 772, que regulamenta o retorno gradativo do comércio com restrições devido ao enfrentamento a pandemia de coronavírus (Covid-19). As medidas fazem parte do Plano de Contingência apresentado pelo Grupo Técnico. As equipes estão com formulário orientativo, onde o comerciante ficará ciente das relação de  higiene, distanciamento, limpeza, dentre outras medidas obrigatórias.

“O isolamento social é o único caminho para enfrentar o coronavírus. E tomamos medidas necessárias para evitarmos um grande crescimento do contágio. Essas regras precisam ser cumpridas, até o momento temos um caso confirmado, e com isso precisamos continuar os cuidados”, afirma o Prefeito Lucio de Marchi.

A liberação do comércio aconteceu na segunda-feira (6), com várias restrições e a permanência de alguns estabelecimentos continuarem fechados. Na semana passada, várias entidades empresariais e sindicais encaminharam cartas ao Prefeito Lucio de Marchi elencando uma série de sugestões/solicitações para contribuir com o processo de enfrentamento da pandemia do Coronavírus (Covid-19) e, algumas destas, solicitando o “retorno gradativo das atividades produtivas e econômicas do nosso município, respeitando, por certo, os cuidados fundamentais de higienização e de controle à aglomeração de pessoas”.

Quanto aos estabelecimentos autorizados a funcionar, Rotta avisa que a fiscalização será aplicada com rigor. “Observamos pessoas se aglomerando em filas, o que não é recomendável. O objetivo é proporcionar segurança aos trabalhadores e aos frequentadores desses locais. Se não for cumprido vamos retroceder e podemos voltar a fechar conforme as orientações dos órgãos de saúde. Se cada um fizer a sua parte estaremos livres desse mal que assombra a população”, orienta o Secretário da Fazenda Balnei Rotta.  Ele lembra que várias medidas foram tomadas diante de um cenário de queda de arrecadação e de aumento de despesas para adequação das redes de saúde à demanda gerada pelo novo coronavírus.

LOJAS

Autorização para funcionamento dos prestadores de serviços, autônomos e estabelecimentos de comércio varejista, das 9 às 17 horas, de segunda-feira a sábado, desde que: as respectivas atividades não se incluam entre as suspensas pelo inciso anterior; estejam enquadrados como profissional liberal, microempreendedor individual, micro ou pequena empresa; cumpram as medidas de prevenção previstas no Decreto.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
%d blogueiros gostam disto: