Thursday, July 9, 2020
Isenção e Verdade


Auxílio Fraterno pede doações de alimentos

  O assessor diocesano da Pastoral do Auxílio Fraterno, Pe. Hélio José Bamberg, expediu comunicado em que solicita a participação…

Por redacao gazeta , em Cidade Geral , no dia6 de abril de 2020, 09:15h

 

O assessor diocesano da Pastoral do Auxílio Fraterno, Pe. Hélio José Bamberg, expediu comunicado em que solicita a participação dos fiéis e pessoas de boa vontade na doação de alimentos para as famílias carentes.

“Diante da crise que vivemos, sabemos que muita gente vai enfrentar a falta de alimentos e nós, como Diocese, não vamos nos omitir. Nesse momento mais forte, queremos exortar todos que façam suas doações de alimentos”, conclama.

Conforme Pe. Hélio, a Pastoral do Auxílio Fraterno existe em toda a Diocese e atende 1.800 famílias carentes. “Outras, sem dúvida, surgirão”, alerta ao observar as consequências econômicas que a pandemia tem provocado.

“Em toda Diocese são 31 paróquias, além de suas capelas. Se você quer ajudar, vá até a secretaria da sua paróquia e colabore. Toda a arrecadação será distribuída na medida do necessário e com critérios, além de todos os cuidados com a saúde”, salienta.

As doações podem ser na forma de cestas básicas prontas ou em fardos de alimentos específicos, como muitos estão fazendo. Após o recebimento, os agentes do Auxílio Fraterno montam as cestas contemplando o necessário.

Somente na Paróquia Catedral Cristo Rei são 40 famílias cadastradas e assistidas pelo Auxílio Fraterno. A Casa de Maria, por sua vez, tem outras 400 famílias cadastradas e assistidas. “O mais importante é assumirmos a caridade como essência da nossa fé. É o momento de vermos o outro, sentir compaixão e ajudar porque a fome não tem distinção de religião. É necessidade do ser humano”, destaca.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
%d blogueiros gostam disto: