Sunday, April 5, 2020
Isenção e Verdade


Vigilância orienta sobre descarte correto de máscaras

A Secretaria de Saúde de Toledo (SMS) por meio do Departamento de Vigilância Sanitária orienta a população sobre o descarte…

Por redacao gazeta , em Cidade , no dia26 de março de 2020, 16:41h

Clique Aqui


A Secretaria de Saúde de Toledo (SMS) por meio do Departamento de Vigilância Sanitária orienta a população sobre o descarte correto de máscaras hospitalares para as pessoas que estão em isolamento domiciliar. A preocupação dos gestores aumentou com base em queixas de que as pessoas estariam misturando as máscaras usadas com outros tipos de resíduos e que, em alguns casos, o descarte estava sendo realizado junto com os materiais descartáveis.

No site da prefeitura (www.toledo.pr.gov.br) na página da Vigilância Sanitária tem um link que leva a uma série de cuidados e orientações com relação ao coronavírus (Covid-19). Nos casos suspeitos ou confirmados existem vários protocolos que tratam sobre como deve ser o isolamento dessas pessoas. Entre os cuidados apresentados nos protocolos está o uso de máscaras para proteção e evitar contaminação. Uma lixeira ao lado da cama é uma das orientações.

Esses insumos, quando utilizados no ambiente clínico ou hospitalar possuem protocolos de descarte e destinação bem específica no lixo hospitalar. Porém nas residências é preciso tomar outros cuidados e utilizar soluções simples. A Enfermeira da Vigilância Sanitária, Assione Vergani, relata um exemplo:

“Pacientes quando em suas residências, devem manter lixeira com tampa ao lado da cama e no banheiro com saco ou sacola de plástico para jogar o lixo (papel higiênico, lenço de papel, máscara, e outros). Esvaziar a lixeira de duas a três vezes ao dia, fechando o saco ou sacola plástica e encaminhar para outro local, por exemplo, a lavanderia. No dia em que a coleta de lixo comum passar na sua residência, colocar todos os sacos plásticos com lixo dentro de um único saco ou sacola maior e encaminhar para a lixeira externa da residência, prédio ou condomínio”, explica a Enfermeira.

Ela reforçou a necessidade de isolar bem esse tipo de material do lixo orgânico antes de levar os resíduos para o local da coleta seletiva. Também foi enfática ao dizer que não se deve misturar em hipótese alguma com os materiais da coleta seletiva encaminhados para a reciclagem.

Ao encaminhar para as lixeiras comuns do prédio, casa, condomínio acondicionar em um único saco de lixo maior.

Fonte: Secom/Pref. de Toledo

%d blogueiros gostam disto: