Thursday, June 4, 2020
Isenção e Verdade


Bolsonaro reitera críticas a restrições por coronavírus e cita possível ameaça à normalidade democrática

SÃO PAULO (Reuters) – O presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar nesta quarta-feira medidas de restrições contra o coronavírus e…

Por redacao gazeta , em Geral , no dia25 de março de 2020, 13:43h

Em entrevista a jornalistas na saída do Palácio da Alvorada, o presidente também afirmou que “alguns poucos governadores” —citando especificamente os de São Paulo, João Doria (PSDB), e do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC)— estão cometendo “um crime” e “arrebentando com o Brasil”.

“O que é que preciso ser feito? Botar este povo para trabalhar, preservar os idosos, preservar aqueles que têm problemas de saúde, mais nada além disso. Caso contrário, o que aconteceu no Chile vai ser fichinha perto do que pode acontecer no Brasil”, disse.

“Todos nós pagaremos um preço que levará anos para ser pago, se é que o Brasil não possa ainda sair da normalidade democrática que vocês tanto defendem. Ninguém sabe o que pode acontecer no Brasil”, disse o presidente, citando a possibilidade de saques a supermercados.

Ele ainda acusou Doria e Witzel, com quem se reunirá nesta manhã em videoconferência junto aos demais governadores da Região Sudeste, de fazerem demagogia em relação à pandemia de coronavírus. Fonte: Reuters

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
%d blogueiros gostam disto: