Sunday, April 5, 2020
Isenção e Verdade


Obras na Escola Municipal Alberto Santos Dumont serão retomadas

O contrato assinado na segunda-feira (16) tem o prazo estipulado para execução da obra de 270 dias. A empresa, a…

Por redacao gazeta , em Cidade , no dia18 de março de 2020, 15:21h

Clique Aqui


O contrato assinado na segunda-feira (16) tem o prazo estipulado para execução da obra de 270 dias. A empresa, a partir dessa assinatura, já está fazendo as tratativas necessárias para iniciarem a intervenção, retomando as obras da Escola Municipal Alberto Santos Dumont, que atualmente divide espaço com o Colégio Estadual Jardim Porto Alegre.

A empresa vencedora do certame foi a Construtora Marluc, que tem sede em Maringá, o valor pelo qual foi contratada a obra é de R$ 3.575.228,97, com recursos oriundos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Acompanhado do fiscal, representantes da empresa foram observar alguns aspectos que precisam ser modificados e organizados para que possam na sequência iniciar a obra.

Essa é uma demanda que a comunidade vem esperando há anos, mas foi interrompida devido à empresa licitada no início do projeto, que acabou abandonando a obra. Medidas como a rescisão de contrato, atualização de planilha e início de um novo processo licitatório, foram realizados durante o período em que a obra esteve parada. A partir desses processos obrigatórios o novo contrato deverá ser cumprido no prazo estipulado.

“Aguardamos e pedimos agilidade para que essa empresa em termos de trâmites administrativos possam o mais rápido possível iniciar esta obra”, explanou a secretária da pasta Edna Heloisa Scheffer do Amaral.

No projeto a escola tem previsto a construção de 12 salas de aula, com uma estrutura totalmente diferente, com quadra, refeitório, laboratório de informática, que são alternativas para o atendimento das crianças no contraturno. “A comunidade em si, aguarda apreensivamente essa obra, já questionaram várias vezes a Secretaria de Educação, quando seriam retomadas essas atividades. A ideia desse espaço, é que de fato a gente possa investir em algumas práticas de contraturno quando ela estiver em funcionamento. Por isso, a importância dessa obra para o Poder executivo, esperamos que de fato essa empresa cumpra o contrato e finalize a escola”, salientou a secretária.

A escola tem um espaço que é compartilhado como o Estado, o que dificulta a ampliação de atividades. A secretária explica que existe uma grande procura por matrículas na rede estadual e, da mesma forma, na rede municipal naquela região, e por conta do compartilhamento, não é possível ampliar o número de atendimentos.

O município espera que a empresa licitada possa evoluir nos termos que estão preconizados no contrato, cumprindo o cronograma de execução previsto, e que em breve, esse equipamento educacional esteja à disposição da rede municipal, para iniciar as atividades da Escola Municipal Alberto Santos Dumont em novo espaço

Fonte: Secom/Pref. de Toledo

%d blogueiros gostam disto: