Thursday, July 9, 2020
Isenção e Verdade


Time de Guerreiros : Filho de Toledo, Christian comanda o empate suado do Toledo diante do Operário no Germano Kruger.

Quando tudo parecia que as coisas novamente não dariam certo, e depois de sofrerem um gol já no primeiro ataque…

Por redacao gazeta , em Esporte , no dia9 de março de 2020, 17:29h

Quando tudo parecia que as coisas novamente não dariam certo, e depois de sofrerem um gol já no primeiro ataque do Fantasma aos 3 minutos de jogo, apesar de começarem tomando iniciativas de ataque, os comandados do Professor Zé Maria, literalmente na base da raça e determinação conseguiram trazer para Toledo mais um ponto na bagagem, no suado empate por 1 x 1 diante do Operário em pleno Estádio Germano Kruger em Ponta Grossa, na tarde de ontem ( 08/03 ).

Depois de sofrer o revés ainda nos primeiros minutos de bola rolando,com o goleador Jefinho autor de 26 gols na temporada passada com a camisa do Operário, após aproveitar um rebote do goleiro Diego, o Toledo dominou todas as ações de jogo no primeiro tempo,onde com maior posse de bola, finalizações em gol, volume de jogo e passes certos, criou algumas chances claras de se igualar no marcador ainda na primeira etapa,principalmente em jogadas de profundidade no lado direito de ataque, onde o rápido e habilidoso camisa 11 do Porco PH, deu um trabalhão para o experiente lateral esquerdo Julinho e o zagueiro Sosa.

A principal chance de gol do Toledo no primeiro tempo foi em uma bola do centroavante Vieira, que após ganhar dividida já quase na pequena área do zagueiro Douglas Nascimento,finalizou bonito e com muito capricho, mas a bola teimou em não entrar e tocou a rede pelo lado de fora, causando suspiros na arquibancada, e principalmente nos 9 torcedores do Toledo que eram representados pela TPS ( Torcida porcos selvagens ) e que viajaram quase 600 km em quase 7 horas de viajem para torcerem pelo Porco, que mesmo aplaudido por seus torcedores desceu para o túnel atrás do marcador na primeira etapa.

No segundo tempo o Toledo voltou melhor e dominando o jogo, com destaque para os volantes Mineiro e Prill e os zagueiros Vavá e Murilo Batalha que paravam com muita segurança os perigosos contra ataques adversários sempre puxados pelo meia atacante paraguaio Hector Bustamante e pelo rápido e habilidoso atacante Cleyton. Aos 28 minutos o habilidoso Christian ( cria da casa ) em bonita jogada individual cortou o marcador e bateu forte no canto direito do bom goleiro Rodrigo Viana que se esticou todo mas não alcançou, deixando bonito o Porco na igualdade do placar em 1 x 1.

A partir daí o bom futebol apresentado pela equipe do Toledo, arrancou aplausos da torcida adversária, que descontente com a má campanha do Fantasma, desclassificado da Copa do Brasil na última semana, ainda viu o Alvi Negro ferroviário esboçar uma pressão nos 15 minutos finais de jogo após a expulsão do volante Mineiro, que fazia ali sua última partida com a camisa do Toledo, já que após acertar sua transferência ao Botafogo da Paraíba, camisa que vestirá no segundo semestre,estará suspenso da partida derradeira diante do Paraná Clube no 14 de Dezembro na última rodada.

Com um a menos em campo, os minutos finais foram tensos para o Toledo, que fazia de tudo para afastar da área o perigo que a rondava a todo instante.Mas mais uma vez e sempre que é exigido, brilhou a estrela do experiente goleiro Diego que após passar momentos ruins durante a competição, e ouvindo incansáveis criticas após sua má exibição diante do Londrina no 14 de Dezembro, exigido ontem nos minutos finais, com pelo menos duas defesas incríveis, uma delas tirando de mão trocada e a queima roupa uma bola que era certeira e entraria no seu ângulo direito em seu contra pé, saindo da partida como um dos heróis, e considerado pela imprensa local como um dos principais responsáveis pelo empate em 1 x 1 dentro das 4 linhas.

Com os desfalques dos volantes Prill e Mineiro , ambos suspensos, do zagueiro Tomazzi, do meia armador Juninho, dos volantes Vinicius e Jonathan, e dos laterais Eduardinho, Elson e Marcos, todos os 7 por lesões,o Professor Zé Maria e sua comissão técnica ficam na esperança de que algum deles ( com exceção de Eduardinho que ficará pelo menos mais 6 meses fora ) retorne do estaleiro com condições ideais de ajudarem a equipe, e terão assim mais uma semana de muito trabalho para poderem ajustar a equipe que buscará diante do Paraná Clube no próximo domingo ( 15/03 ) no 14 de Dezembro, a sua permanência na primeira divisão.

Texto e fotos: Carlão / Revista É Goool

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
%d blogueiros gostam disto: