Saturday, July 4, 2020
Isenção e Verdade


Pau que bate em Chico, não bate em Francisco?

Autopromoção ou necessidade pública? A nota emitida pela assessoria Jurídica do Prefeito Lúcio de Marchi sobre a ação civil pública…

Por redacao gazeta , em Gente x Poder , no dia3 de março de 2020, 17:07h

Autopromoção ou necessidade pública?

A nota emitida pela assessoria Jurídica do Prefeito Lúcio de Marchi sobre a ação civil pública ajuizada pelo MPPR referente a Central de Especialidades me chamou a atenção devido as informações nela contida de que, a nova Central foi projetada com 16 banheiros, deles, apenas 5 faltavam algumas peças para serem conclusas e foi motivo de ação pública no MP por obra não acabada sendo que a antiga oferecia apenas 2 em funcionamento.

Autopromoção ou necessidade pública? I

Ou seja, dos 16 banheiros projetados, 11 já estavam 100% aptos para uso, que não foram levados em consideração. A antiga Central contava com apenas 4 banheiros, sendo que apenas 2 banheiros estavam em condições de uso, ou seja, os 550% superior nessa nova obra não significou nada para o MP?

Autopromoção ou necessidade pública? II

Vi também que essa nova Central, foi considerada a maior da região Oeste do Paraná, e que no dia da inauguração contava com 13 consultórios médicos, 16 banheiros (11 em funcionamento), devidamente adequados e confortável para os pacientes, possibilitando a implantação de novas especialidades ofertadas pelos alunos e professores do curso de Medicina da Universidade Federal do Paraná, e já atendia o mesmo número de pessoas que a antiga também não foi levado em consideração.

Autopromoção ou necessidade pública? III

Outro detalhe que me chamou a atenção nessa nova Central, supostamente “inacabada”, é que as condições que oferecia e oferece são incomparáveis com a antiga sede e que até hoje, não houve um dia de paralisação ou interrupção dos serviços aos pacientes, ser alegada de inauguração com finalidade eleitoral em detrimento da saúde pública é no mínimo desrespeitoso aos olhos da verdade.

Autopromoção ou necessidade pública? IV

Como informou Dr. Rui Fonsati Junior “ nessa ação não foi feita uma única acusação referente à eventuais danos ao erário, fraude em licitação ou enriquecimento ilícito de quem quer seja, mas, tão somente, que alguns poucos detalhes estavam pendentes de acabamento, a exemplo da colocação de pias, com atraso de uma semana”, tornando se assim, secundário diante da essencial necessidade de prestar o melhor serviço público a população.

Pau que bate em Chico, não bate em Francisco?

Voltando ao passado, lembro-me que, em 2017 houve algumas denúncias de obras inauguradas nos anos anteriores, se não me falha a memória eram 5 e nada foi feito. Quero ver se consigo resgatar essas informações a vocês, apenas para ser justo e não ser o dono da verdade, muito menos, contraditar, sim, ser correto pois entendo que as “necessidades públicas” tem que prevalecer.

Jantar e e filiação!

É com grande alegria que o Diretório Municipal do PARTIDO TRABALHISTA CRISTÃO comunica que nesta quarta-feira, dia 04/03/2020, a partir das 19h no Restaurante Pantanal, realizaremos o PRIMEIRO ATO de FILIAÇÃO de nossa pré-candidata, SIMONE SPONHOLZ. Formada em Direito pela Universidade Estadual de Ponta Grossa, Mestre em Direito Processual e Cidadania pela UNIPAR, Pós graduada em gestão pública pela ESAF, Professora Universitária de Direito e com amplo conhecimento em Gestão Pública, Simone nos deu a honra de confirmar sua adesão ao PTC e sua pré-candidatura a Prefeita pelo nosso partido.
Por sua competência técnica e integridade ética e moral, sendo considerada por este Diretório, pré-candidata única à altura de nossa estimada cidade, Simone Sponholz foi convidada a assumir a honrada e nobre pré-candidatura para estar à frente do executivo de nossa querida Toledo.
O evento será público e TODOS que estiverem dispostos a arregaçar as mangas na construção de uma cidade cada vez melhor, estão convidados a se unirem a este time que promete mostrar a diferença na maneira de se fazer política em nosso município!
Após o evento, o jantar será por adesão!

Foto de sua página social – Fecebook

Toledo não ficou somente sem deputado, também sem verbas já anunciadas

Toledo ficou sem representante direto e a dependência de os de fora, significa segundo plano para uma cidade com 100 mil eleitores jamais deve se repetir, assim se pronunciou o vereador Gabriel Baierle na Tribuna, citando aqueles R$ 8 milhões anunciados pelo governo do Estado que foram simplesmente “cortados”. Caso tivéssemos um Deputado Estadual, isso jamais aconteceria, afirmou o vereador: Assista o pronunciamento:

3.200 sojicultores de Toledo, produziram 4,3 milhões de sacas e injetaram R$334 milhões de reais na economia de Toledo.

Assim se pronunciou o vereador e engenheiro agrônomo Leoclides Bisognin durante a sessão ordinária dessa segunda na câmara de Toledo. Bisognin também fez um alerta sobre a situação do descontrole da “dengue” e dos projetos dos futuros hospitais de Toledo. Assista seu pronunciamento completo:

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
%d blogueiros gostam disto: