Sunday, July 12, 2020
Isenção e Verdade


Toledo tem o menor gasto com pessoal dos últimos anos

A Prefeitura de Toledo registrou em 2019 a menor proporção de gasto com pessoal dos últimos anos. O Limite Prudencial…

Por redacao gazeta , em Cidade , no dia20 de fevereiro de 2020, 14:33h

A Prefeitura de Toledo registrou em 2019 a menor proporção de gasto com pessoal dos últimos anos. O Limite Prudencial fechou o ano em 48,80%. O total gasto com despesas com pessoal no período foi de R$ 223.073.874,37. Em uma série histórica levantada pela Secretaria da Fazenda desde 2012, esse foi o primeiro ano com um índice tão baixo.

Esse é o índice que representa o percentual gasto pela Prefeitura com folha de pagamento. Legalmente, é preciso que esteja abaixo de 51,30%, caso contrário sanções administrativas como o impedimento de contratações são automaticamente aplicados.

O equilíbrio fiscal das contas do Município, fora do vermelho, o Limite Prudencial e outros dados fiscais foram anunciados na tarde desta quarta-feira (19) pelo Prefeito Lúcio de Marchi, pelo Secretário da Fazenda, Balnei Rotta, e pelo Contador Milton Endler durante Audiência Pública da avaliação das metas fiscais do 3º quadrimestre de 2019 na Câmara de Vereadores de Toledo, atendendo o §  4º do artigo 9º da Lei de Responsabilidade Fiscal.

 Gasto com Pessoal

O gasto com pessoal no ano de 2019 foi de R$ 223.789.480,04. Isso representa 48,80% dos R$ 458.549.449,70 da Receita Corrente Líquida (RCL) do período.

De janeiro a dezembro de 2016 esse percentual representava 53,45%. Em 2017, no mesmo período, o índice foi de 52,19% e fechou dezembro de 2018 com 50,19% da RCL. Foi quando liberou o índice para que a Prefeitura pudesse fazer as contratações e as nomeações de funções gratificadas. Segundo o Prefeito, graças as medidas de austeridade foi possível manter o índice abaixo.

“Congelamos os salários do Prefeito, do Vice, dos Secretários e cargos em comissão. Também aumentamos a receita reforçando a fiscalização dos devedores do município, diminuímos o número de horas extras, além de fazer projeções de arrecadação condizentes com o real”, disse Lúcio.

Ele aproveitou a oportunidade para informar os avanços da gestão, como o piso mínimo dos servidores do município e ações realizadas nas áreas de infraestrutura, saúde e educação.

Saúde / Educação

A prestação de contas do terceiro quadrimestre apontou que foram empenhadas despesas na ordem de R$ 528.709.713,37 de um total de Receitas Arrecadadas de R$ 590.103.745,31.

O valor das despesas para fins de limite constitucional aplicados em Educação foi de R$ 85.198.795,38 (25,22% das receitas). Já o valor das despesas próprias aplicadas em Saúde foi de R$ 101.526.937,51 (30,48% das receitas).

O Prefeito e o Secretário ainda responderam os questionamentos da Comissão de Finanças e Orçamento e dos demais vereadores e comunidade presente durante a audiência pública.

Fonte: Secom/Pref. de Toledo

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
%d blogueiros gostam disto: