Monday, March 30, 2020
Isenção e Verdade


Toledo busca reabilitação contra o FCC no sábado

  O Toledo até que tentou, e bem organizado em campo e obediente taticamente, os comandados do técnico Zé Maria…

Por redacao gazeta , em Esporte , no dia18 de fevereiro de 2020, 11:09h

Clique Aqui


 

O Toledo até que tentou, e bem organizado em campo e obediente taticamente, os comandados do técnico Zé Maria conseguiram segurar a jovem equipe do Furacão até o final da primeira etapa quando Pedrinho abriu o marcador para os donos da casa, pegando rebote após uma boa defesa do goleiro Diego.Mas na segunda etapa foram as lesões que atrapalharam o Toledo, que teve ainda uma penalidade contra seu favor defendida pelo goleiro Diego, mas não suportou a pressão atleticana e viu o atacante Pedrinho balançar as redes mais duas vezes e decretar a vitória do Atlhético por 3 x 0.

 

O forte ritmo nos trabalhos impostos no início da temporada e nos últimos meses dentro do planejamento feito pelo ex-treinador Paulo Baier e seu auxiliar Silmar Prestes,devido muitos atletas estarem parados por um longo período,fizeram com que os efeitos colaterais surgissem à tona somente agora, onde o alto número de lesões físicas estão atrapalhando o trabalho do experiente Preparador Físico Ernesto Mathias, com passagens por grandes clubes do futebol brasileiro, e também do atual treinador Zé Maria e sua comissão técnica para a sequência da competição.

A exemplo do último jogo diante do Náutico válido pela Copa do Brasil, onde os atletas Eduardo Dallagnol e Eduardinho foram substituídos por lesões físicas, na partida de ontem não foi diferente, e pelo menos 3 atletas sentiram a carga do início de temporada e saíram de jogo lesionados, dois tendo que serem substituídos da partida, o meia Juninho e o lateral direito Marcos, enquanto que o zagueiro Tomazzi teve que permanecer em campo mesmo machucado, depois de terem sido feitas as 3 substituições,e ser deslocado para o ataque ainda na metade do segundo tempo.

Ao todo, 12 atletas já se lesionaram nessa temporada ( Vieira, Daivid , Edmar, Maranhão, Prill, Mateusinho, Vinicius, Eduardo Dallagnol, Eduardinho, Juninho, Marcos e Tomazzi ) uma grande dor de cabeça ao treinador Zé Maria e sua comissão técnica que sem muitas opções, terão que se desdobrar para reerguer a equipe no paranaense, e o primeiro passo e tentativa para isso será no próximo sábado ( 22/02 ) no Clássico da Soja diante do líder FC Cascavel fora de casa.

Texto e fotos: Carlos Eduardo ( Revista É Goool ).

%d blogueiros gostam disto: