Thursday, July 9, 2020
Isenção e Verdade


Toledo busca reabilitação contra o FCC no sábado

  O Toledo até que tentou, e bem organizado em campo e obediente taticamente, os comandados do técnico Zé Maria…

Por redacao gazeta , em Esporte , no dia18 de fevereiro de 2020, 11:09h

 

O Toledo até que tentou, e bem organizado em campo e obediente taticamente, os comandados do técnico Zé Maria conseguiram segurar a jovem equipe do Furacão até o final da primeira etapa quando Pedrinho abriu o marcador para os donos da casa, pegando rebote após uma boa defesa do goleiro Diego.Mas na segunda etapa foram as lesões que atrapalharam o Toledo, que teve ainda uma penalidade contra seu favor defendida pelo goleiro Diego, mas não suportou a pressão atleticana e viu o atacante Pedrinho balançar as redes mais duas vezes e decretar a vitória do Atlhético por 3 x 0.

 

O forte ritmo nos trabalhos impostos no início da temporada e nos últimos meses dentro do planejamento feito pelo ex-treinador Paulo Baier e seu auxiliar Silmar Prestes,devido muitos atletas estarem parados por um longo período,fizeram com que os efeitos colaterais surgissem à tona somente agora, onde o alto número de lesões físicas estão atrapalhando o trabalho do experiente Preparador Físico Ernesto Mathias, com passagens por grandes clubes do futebol brasileiro, e também do atual treinador Zé Maria e sua comissão técnica para a sequência da competição.

A exemplo do último jogo diante do Náutico válido pela Copa do Brasil, onde os atletas Eduardo Dallagnol e Eduardinho foram substituídos por lesões físicas, na partida de ontem não foi diferente, e pelo menos 3 atletas sentiram a carga do início de temporada e saíram de jogo lesionados, dois tendo que serem substituídos da partida, o meia Juninho e o lateral direito Marcos, enquanto que o zagueiro Tomazzi teve que permanecer em campo mesmo machucado, depois de terem sido feitas as 3 substituições,e ser deslocado para o ataque ainda na metade do segundo tempo.

Ao todo, 12 atletas já se lesionaram nessa temporada ( Vieira, Daivid , Edmar, Maranhão, Prill, Mateusinho, Vinicius, Eduardo Dallagnol, Eduardinho, Juninho, Marcos e Tomazzi ) uma grande dor de cabeça ao treinador Zé Maria e sua comissão técnica que sem muitas opções, terão que se desdobrar para reerguer a equipe no paranaense, e o primeiro passo e tentativa para isso será no próximo sábado ( 22/02 ) no Clássico da Soja diante do líder FC Cascavel fora de casa.

Texto e fotos: Carlos Eduardo ( Revista É Goool ).

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
%d blogueiros gostam disto: