Saturday, July 4, 2020
Isenção e Verdade


PRF apreende caminhão com quase R$ 200 mil em multas

Fiscalização aconteceu na BR-376, em Curitiba (PR); mau estado de conservação e falta de sinalização chamou a atenção dos policiais…

Por redacao gazeta , em Segurança , no dia5 de fevereiro de 2020, 17:39h

Fiscalização aconteceu na BR-376, em Curitiba (PR); mau estado de conservação e falta de sinalização chamou a atenção dos policiais que o abordaram

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) retirou de circulação um caminhão que rebocava um minitrator, na manhã desta quarta (5), em Curitiba. Em pesquisas, o caminhão possuía cerca de de R$ 188 mil em multas de trânsito, além de diversos débitos de licenciamento e cerca de R$ 10 mil em IPVA atrasados. O caminhão foi recolhido ao pátio e só poderá ser retirado após a quitação de todos os débitos.

Por volta das 11 horas desta quarta-feira, agentes da PRF realizavam rondas pelo Contorno Sul, na BR-376, em Curitiba, quando avistaram um caminhão, em mau estado de conservação, que puxava um minitrator num reboque sem sinalização nenhuma.

Durante a abordagem, verificaram, junto aos sistemas informatizados, que o caminhão, além das irregularidades apresentadas no momento da fiscalização, possuía R$ 187.916,95 em multas de trânsito e R$ 455,05 em débitos diversos relacionados ao seu licenciamento. Os débitos de IPVA chegam a R$ 10 mil.

Segundo a equipe que fiscalizou o caminhão, existe a suspeita de que o veículo nunca foi licenciado desde a sua compra, em 2010. O caminhão é um modelo 2010 e foi atuado pelas irregularidades encontradas, como pneus carecas, iluminação deficiente, entre outras.

O caminhão foi recolhido ao pátio conveniado da PRF e só poderá ser retirado após o pagamento integral dos débitos. Fonte: Texto: Maciel Jr / Agência PRF. Crédito foto: Agência PRF

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
%d blogueiros gostam disto: