Tuesday, February 25, 2020
Isenção e Verdade


PRF flagra quase três mil condutores usando celular ao volante em apenas um dia

Fiscalização temática da Operação Rodovida tem foco no uso de aparelho celular ao volante e destaca a recorrência da conduta…

Por redacao gazeta , em Segurança , no dia31 de janeiro de 2020, 17:22h

Clique Aqui


Fiscalização temática da Operação Rodovida tem foco no uso de aparelho celular ao volante e destaca a recorrência da conduta em todo o Brasil

Nesta quarta-feira (29), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou em todo o país uma nova etapa das Fiscalizações Temáticas da Operação Rodovida. Com foco no uso de aparelho celular ao volante, o objetivo é alertar os condutores quanto ao risco da conduta.

Durante o mês de janeiro de 2020 foram realizadas duas fiscalizações temáticas de caráter nacional com foco no uso de celular ao volante, uma dia 15 e outra nesta quarta. Embora o número de abordagens seja semelhante, 9.213 na primeira e 9.665 na segunda, a diferença no número de flagrantes é significativa; foram 1.712 autuações no dia 15 contra 2.925 no dia 29, um aumento de 70%, sendo que ambas fiscalizações ocorreram em quartas-feiras.

O uso de aparelhos celulares ao volante gera um grande risco e é constante alvo de campanhas de combate à violência no trânsito. A evolução da tecnologia amplia as funcionalidades do aparelho e o número de vezes que o celular é usado, inclusive enquanto se dirige. Um instante de desatenção na condução do veículo é o suficiente para se colocar em uma situação irreversível que pode valer uma vida.

O perigo não é só para manusear o telefone enquanto se dirige, também é conduta de risco falar ao celular no volante, mesmo que por fones de ouvido ou na função viva-voz, pois há perda de noção auditiva do ambiente e consequente queda no alerta quanto aos outros veículos, pedestres, limitações da via, veículos de emergência e demais elementos que compõem o trânsito.

É importante lembrar que é permitido o uso de aplicativos de GPS ou similares, desde que o aparelho esteja obrigatoriamente fixado em um suporte localizado no para-brisa ou no painel do veículo. As condutas relacionadas ao uso de celular ao volante se aplicam mesmo que o veículo esteja parado no semáforo.

RODOVIDA – A proteção da vida no âmbito da PRF tem várias frentes, entre elas, contribuir para a diminuição de mortes no trânsito. Engajada no Programa da Organização das Nações Unidas – ONU, Década Mundial de Segurança Viária 2011/2020, o órgão também é parte fundamental no Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito – PNATRANS, no período de 2018-2022. O Projeto Nacional de Redução de Mortes, instituído pela PRF através da Portaria nº 194/2019/DG, de 04 de setembro de 2019 é parte deste compromisso com a vida.

Para viabilizar bons resultados, foi criada a Operação RODOVIDA da PRF, que consiste em um conjunto de esforços integrado com outros órgãos para reduzir a violência do trânsito. A operação direciona as fiscalizações para condutas que provocam índices elevados de morte nas rodovias. Estudos realizados pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – IPEA em 2015 apontaram que o custo social de um acidente com morte chega ao valor de R$ 646.762,94 (seiscentos e quarenta e seis mil, setecentos e sessenta e dois reais e noventa e quatro centavos. Fonte: Agência PRF

%d blogueiros gostam disto: