Wednesday, June 3, 2020
Isenção e Verdade


Polícia Civil intensifica serviços papiloscópicos no Litoral

A Polícia Civil do Paraná intensificou a atuação com serviços papiloscópicos no Litoral, durante o Verão Maior, nos municípios de…

Por redacao gazeta , em Estadual , no dia28 de janeiro de 2020, 17:20h

A Polícia Civil do Paraná intensificou a atuação com serviços papiloscópicos no Litoral, durante o Verão Maior, nos municípios de Guaratuba, Matinhos, Antonina, Morretes, Paranaguá e Balneário de Ipanema. O objetivo é otimizar o trabalho de investigação em ocorrências registradas durante a temporada e colaborar na produção de provas técnicas relativas a identificação humana.

Entre os trabalhos desenvolvidos estão perícia de local de crime, perícia necropapiloscópica, retrato falado e identificação criminal. Cada um desses serviços contribui positivamente na elucidação de crimes e identificação de vítimas e criminosos.

O trabalho da Polícia Civil em local de crime é de extrema importância para a coleta de fragmentos de impressões digitais encontrados. O material coletado passa por um processo de levantamento, revelação e confronto com a digital de possíveis suspeitos de crimes.

RELEVANTE – A perícia necropapiloscópica é outro trabalho relevante de atuação da Polícia Civil. O serviço é realizado por meio de coleta de impressões digitais em cadáveres em variados estados de decomposição, a fim de identificar vítimas de crimes.

Outra forma de atuação da Polícia Civil, e que auxilia na identificação de criminosos, é a confecção de retrato-falado. Com características relatadas por vítimas e testemunhas de crimes, é possível reproduzir uma imagem digital da face humana e chegar com mais rapidez até um criminoso.

A identificação criminal é realizada através do Automated Fingerprint Identification System (AFIS), que traduzido significa Sistema Automatizado de Identificação. Através da ferramenta, o papiloscopista realiza a coleta biométrica e confronto de impressões digitais de criminosos que são conduzidos para delegacias e não apresentam documento oficial. Isso possibilita a identificação do indivíduo momentaneamente.

Fonte: Agência Estadual de Notícias

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
%d blogueiros gostam disto: