Friday, January 24, 2020
Isenção e Verdade


Recado do MP do Patrimônio Público de Toledo para quem se sentir atingido

Para você que está puxando o coro de que o MP do Patrimônio Público de Toledo está atuando como VAR,…

Por redacao gazeta , em Gente x Poder , no dia25 de dezembro de 2019, 09:45h

Clique Aqui


Para você que está puxando o coro de que o MP do Patrimônio Público de Toledo está atuando como VAR, temos uma ótima notícia: em 2020 seremos ainda mais eficientes na análise, investigação e punição das “jogadas sujas”, “catimbas”e “cartolagens” dos agentes públicos corruptos! “Caneladas” também não irão valer, muito menos “desviar a bola” com as mãos! Gestão pública não é lugar para quem quer continuar infringindo as regras do jogo democrático, mas sim espaço destinado para íntegros e competentes! E, claro, o autor do “coro”, assim como qualquer cidadão, poderão CONTINUAR encaminhando as denúncias ao MP, combinado?!?! – Publicado na página pessoal do Dr. Sandrez Sponholz.

Dr. Álvaro Luiz Torres

Bom dia Eliseu. Parabéns pela linda matéria da Gazeta de Toledo na festa dos meninos da Guarda Mirim, na justa homenagem a Irmã Luiza e sua equipe da Ação Social. Muito obrigado pela referência ao meu nome, lembrando ao amigo que não fiz mais do que a minha obrigação, embora, reconheço, com um carinho especial pela entidade Ação Social e pela querida e incansável Irmã Luiza. Um Feliz Natal ao amigo e seus familiares e um 2020 maravilhoso, com muita saúde e paz. Forte abraço – Álvaro Luiz Torrens.

Os números do Lava Jato 2019 de Curitiba

29 denuncias

99 denunciados

68730 atos

12 fases de operação

R$ 1,7 bilhões recuperados aos cofres públicos

R$ 1.232 milhão por dia Toledo arrecada

Dos mais de R$ 550 milhões que o município arrecada por ano, R$ 450 milhões são de receitas próprias e outros R$ 100 milhões via convênios proporcionam a cidade de Toledo ter essa qualidade de vida e preferida para famílias de outras cidades e estados escolherem nossa cidade para residirem e investir. Já ultrapassamos os 140 mil habitantes, disse Lúcio de Marchi na entrevista e creio que não irá parar por aí, afirmou o prefeito.

Pecúnias pagos.

O pagamento das progressões e pecúnias atrasadas foi outra ação de valorização ao servidor concedido neste ano. Os débitos em atraso desde 2015 foram pagos. As promoções e progressões representam importantes ganhos salariais. As progressões acumuladas desde 2015 também foram pagas pelo Governo, em torno de R$ 1 milhão de reais liquidados no último dia 23 de dezembro.

Reajuste Salarial  

Na contramão de outros municípios, Toledo vem cumprindo com a ação de valorização ao servidor municipal concedendo o reajuste dos vencimentos/salários e demais vantagens dos servidores de carreira com a reposição da inflação, que no ano de 2019 foi de 3,57% no mês de março. Mesmo com as reposições, diminuiu o limite prudencial de 53,45% no mês de janeiro de 2017 para 49.48% no mês de outubro de 2019.

Progressões pagas!

O Governo Municipal concedeu neste ano de 2019 referentes aos anos anteriores o pagamento das progressões por qualificação e titulação aproximadamente R$ 132 mil, este valor corresponde ao incremento dos salários dos servidores que já cumpriram os requisitos para a aquisição desses direitos, até novembro os servidores serão beneficiados.

Criação do piso mínimo em Toledo.

Outra reinvindicação feita pelos servidores, através do sindicato é de que, Toledo criasse um piso mínimo e assim foi feito. Ninguém em Toledo que atua na prefeitura, principalmente os temporários através dos combates às endemias perceba por mês menos que o piso nacional.

Inocentado

Foram 5 acusações feitas ao prefeito por estar inaugurando obras sem que as mesmas tivessem sido concluídas. Lúcio foi inocentado e assim foi dada a sentença:

Acrescenta que não restou demonstrado o dolo em sua conduta, porquanto não existe um único elemento probatório capaz de indicar que agiu com nítido intuito de violar os princípios de regem a Administração Pública.  O Desembargador Abraham Lincoln Merheb Calixto, responsável pela relatoria do recurso, “não é possível, sob uma falsa moralidade administrativa, tolher que o chefe do executivo dê ciências aos munícipes daquilo que tem feito de sua gestão, as quais busca implementar e para as quais foi eleito. De outro lado, é de interesse dos munícipes saber aonde os valores arrecadados estão sendo investidos, sendo que a forma mais rotineira disto acontecer é por meio das ditas publicidades”

Assista a entrevista completa nesse link:

Contas em dia, críticas, elogios e prêmios.Este foi o 2019 do prefeito Lúcio De Marchi

Posted by Gazeta de Toledo on Tuesday, December 24, 2019
%d blogueiros gostam disto: