Tuesday, May 26, 2020
Isenção e Verdade


Ponte da Amizade ganha sistema de monitoramento inteligente

A Ponte da Amizade, ligação do Brasil e Paraguai, em Foz do Iguaçu, fronteira mais movimentada do Brasil, ganhará mais…

Por redacao gazeta , em Estadual , no dia16 de dezembro de 2019, 17:24h

Clique Aqui


A Ponte da Amizade, ligação do Brasil e Paraguai, em Foz do Iguaçu, fronteira mais movimentada do Brasil, ganhará mais tecnologia para o controle aduaneiro, com intuito de inibir crimes. Nesta segunda-feira (16), em evento com a presença do governador Carlos Massa Ratinho Junior e do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, foi lançado um pacote de segurança com 70 câmeras com capacidade de reconhecimento facial e identificação de placas de veículos, e softwares de inteligência artificial (para ampliar o controle) e big data (para armazenar informações). Passam pelo local, diariamente, cerca de 100 mil pessoas e 40 mil veículos.

Os equipamentos foram adquiridos pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) – ligada ao Ministério da Economia, a Receita Federal em Foz do Iguaçu e o Instituto de Desenvolvimento Tecnológico (INDT). Na primeira fase, ainda neste ano, serão instaladas 36 câmeras.

O Fronteira Tech na Ponte Internacional da Amizade, que liga Foz do Iguaçu à Ciudad del Este (Paraguai), se soma a diversas iniciativas de segurança na área, como o Centro Integrado de Operações de Fronteira (Ciof) e cooperação com os países do Mercosul para operações integradas. As imagens e informações colhidas no Fronteira Tech serão disponibilizadas para o Ciof.

O governador destacou que Foz do Iguaçu merecia receber reforço tecnológico na fronteira para manter o ritmo de expansão do turismo e da atividade comercial. “Essa tecnologia vai ajudar muito as polícias. Foz do Iguaçu merecia há muito tempo, e veio em momento ideal porque a cidade vai mudar de patamar devido aos investimentos planejados como a nova ponte e o aumento da pista do aeroporto”, afirmou.

O ministro Sergio Moro ressaltou a vocação da cidade para o comércio legal e a geração de intercâmbio cultural entre os países, e disse que as regiões fronteiriças têm que ser mais assistidas. “O projeto não é meu, é do Ministério da Economia, mas tem tudo a ver com o Ciof. Não é meu, mas já vou querer ‘roubar informação’. Foz do Iguaçu é uma região importante para o País, é uma caixa de ressonância, então temos como intenção gerar valor para a região”, complementou.

PRESENÇAS – Participaram da solenidade o secretário de Estado da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares; os deputados federais Sargento Fahrur, Vermelho, Evandro Roman, Diego Garcia, Marcel Van Hatten e Alex Fontaine; o superintendente de Governança da Casa Civil, Phelipe Mansur; o superintendente de Inovação da Casa Civil, Henrique Domakoski; o comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, Coronel Pericles de Mattos; o superintendente do Parque Tecnológico de Itaipu, general Eduardo Garrido; o diretor-geral brasileiro de Itaipu, Joaquim Silva e Luna; o diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, Adriano Furtado; o superintendente da PRF, Ismael de Oliveira; o diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo; o superintendente da Receita Federal da 9a Região, Luiz Bernardi; e o secretário-adjunto da Receita Federal, Décio Rui Pialarissi.
Box
Sistema envolve rede de iluminação pública inteligente

O Fronteira Tech envolve uma rede de iluminação pública inteligente, com duas câmeras em cada um dos 33 postes nas entradas e saídas da Aduana; quatro câmeras fixas em pontos estratégicos; 11 sensores de tiro, que captam o áudio de disparos e a partir disso calculam a localização do tiro; sistema de identificação facial e reconhecimento de padrões, softwares e big data. Além disso, serão 15 luminárias de LED com telegestão – sobre as quais o operador recebe informações em tempo real – e GPS.

Segundo Igor Calvet, presidente da ABDI, é a primeira vez que esse sistema de luminárias com tecnologia é usado em prol de um serviço público no País. A expectativa é a de que o projeto possa ser replicado em outras Aduanas brasileiras de fronteira, em postos da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em municípios com elevados índices de criminalidade ou mesmo na segurança de empresas e parques industriais. O investimento na aquisição, instalação e operação dos equipamentos e softwares na Ponte da Amizade foi de R$ 5 milhões.

Fonte: Agência Estadual de Notícias

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
%d blogueiros gostam disto: