Monday, June 1, 2020
Isenção e Verdade


Construtora que não entregou escolas tem R$ 2 milhões em bens arrolados

A Vara da Infância e da Juventude de Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, determinou o arrolamento de bens de…

Por redacao gazeta , em Geral , no dia3 de dezembro de 2019, 14:34h

Clique Aqui


A Vara da Infância e da Juventude de Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, determinou o arrolamento de bens de uma construtora no valor de R$ 2.070.000,00. A decisão decorre de ação coletiva ajuizada pelo Ministério Público do Paraná, por meio da 2ª Promotoria de Justiça da comarca. Na ação, o MPPR requer a condenação da construtora ao pagamento de danos morais coletivos pela não entrega de dois Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs).

De acordo com a ação, a construtora havia sido condenada por improbidade administrativa em agosto de 2016, ficando proibida de contratar com o poder público pelo prazo de três anos. Mesmo assim, participou de licitação para a construção dos CMEIs em Araucária, sagrando-se vencedora. Uma vez identificada a irregularidade, as obras foram paralisadas, o que causou o atraso na entrega das escolas, que deveriam estar prontas em novembro de 2018. Posteriormente, as obras foram retomadas por outras construtoras, devendo ser concluídas em junho de 2020.

O atraso na conclusão das escolas, provocado pela participação irregular da empresa no processo licitatório, deixou sem vagas 414 crianças (cerca de 20% dos estudantes de educação infantil em lista de espera no município). Em vista do prejuízo às crianças, o MPPR ajuizou a ação. Caso a empresa seja condenada, o valor da indenização será destinado ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Araucária. O arrolamento dos bens visa à produção de prova de eventual dilapidação do patrimônio da empresa em prejuízo do objetivo da ação. Fonte: Assessoria de Comunicação MPPR.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
%d blogueiros gostam disto: