Saturday, February 22, 2020
Isenção e Verdade


Obra física da APAC unidade de Toledo deve ser conclusa até final de ano

O jornal Gazeta de Toledo fez uma visita a convite do engenheiro civil e responsável técnico Ernani Magnabosco (voluntário) ao…

Por Eliseu Langner de Lima MTPR 11737 , em Gente x Poder , no dia14 de outubro de 2019, 18:00h

Clique Aqui


O jornal Gazeta de Toledo fez uma visita a convite do engenheiro civil e responsável técnico Ernani Magnabosco (voluntário) ao centro de reintegração social da Apac que esta sendo construído próximo do Parque Moveleiro José Luiz Salles em Toledo.

Obra física da APAC unidade de Toledo deve ser conclusa até final de ano
A Apac tem uma política diferenciada de recuperação de presos. Não há superlotação e os chamados recuperando têm acesso a cursos profissionalizantes e trabalho, inclusive produzirão parte de seus próprios alimentos. O método tem índice baixíssimo de reincidência no crime, o oposto do sistema prisional comum, disse Magnabosco a Gazeta e Toledo vai oferecer esse método para que os detentos cumpram suas penas e ajudem seus familiares.

Obra física da APAC unidade de Toledo deve ser conclusa até final de ano
Sobre a obra, Magnobosco diz que o cronograma de conclusão da obra está previsto para o mês de dezembro e quem sabe, sua inauguração no começo do ano de 2020. Veja a entrevista nesse link:

Obras da APAC podem ser concluídas ainda nesse ano e entres no começo de 2020 . Engenheiro Civil e reponsável pela obra Ernani Magnabosco faz uma explanação sobre a missão da unidade de Toledo.

Posted by Gazeta de Toledo on Monday, October 14, 2019

Uma pergunta ao planejamento municipal
Quem vai aprovar as sinalizações de transito dos novos e futuros loteamentos de Toledo? Por que o único profissional e engenheiro de transito capacitado para esse fim, não foi relacionado na portaria nº 66/19 como membro. Sei que vai dar BO.

Perdidos no dia e na noite
Por que a direção de transito da GM resolve fazer uma campanha tão importante que trata da depredação do patrimônio e não a faz de forma correta? Se liga meu, para a GM (153). Se você ligar para o 156, eles depois passaram a GM e adeus “flagrante”. Se, contar ainda que, a ouvidoria não funciona 24h? Bah tchê…!

As placas do MERCOSUL e o golpe
Assim como os extintores e o famoso kit de primeiros socorros, as placas do MERCOSUL não foram criadas para facilitar a vida do cidadão e sim para ‘esfolar’ o contribuinte brasileiro no comando dos ex-gestores do Brasil.

As placas do MERCOSUL e o golpe I
Pois bem o governo Bolsonaro descobriu que nas placas havia uma espécie de armação contra o consumidor, com o claro objetivo de arrecadar mais dinheiro para os cofres públicos.

As placas do MERCOSUL e o golpe II
A estratégia era a seguinte: dois elementos gráficos que faziam parte das placas estavam patenteados. Trocando em miúdos, quando o dono do veículo fosse pagar por sua nova placa, ele teria que arcar com os custos de licença e royalties dos tais elementos patenteados.

As placas do MERCOSUL e o golpe III
O atual ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, explicou que assim que descobriam a cilada mandou retirar esses elementos das placas, o que tornará o preço do equipamento obrigatório bem mais barato.

%d blogueiros gostam disto: