Saturday, October 19, 2019
Isenção e Verdade


EMDUR conquista Prêmio Gestor Público do TCE-PR.

Salve nossa Senhora da Conceição Aparecida. No dia da Nossa Senhora Aparecida, vamos reverenciar e agradecer aquela que nos deu…

Por Eliseu Langner de Lima MTPR 11737 , em Gente x Poder , no dia11 de outubro de 2019, 18:00h

Clique Aqui


Salve nossa Senhora da Conceição Aparecida.

No dia da Nossa Senhora Aparecida, vamos reverenciar e agradecer aquela que nos deu a vida e sempre nos “Livra do mal, amém”.

Engenheiro Agrônomo
Para alcanças a todos os engenheiros agrônomos de Toledo quero usar a imagem do Engenheiro Agrônomo e vereador Leoclides Bisognin. Ele, com algumas décadas dedicadas à vida dos que produzem traduz a importância da classe.

EMDUR conquista Prêmio Gestor Público do TCE-PR.
Em época de alta cobrança por eficiência no setor público, número de iniciativas inscritas na 7ª edição da premiação do TCE do Paraná bateu recorde de inscritos e a EMDUR de Toledo é a melhor.

EMDUR conquista Prêmio Gestor Público do TCE-PR.
Essa premiação demonstra que a gestão de Lucio de Marchi escolheu uma equipe competente e o resultado está aí. Lídio Michels ex-superintendente e hoje secretário da agricultura, Cristopher Cristiano Carnelos de Azevedo superintende, Rodrigo Salles, diretor técnico e responsável pelo projeto que foi premiado, Marcelo Vanzela, Isabele Costa, Dr. Mauri Refatti e Helio Neselo entre outros colaboradores que se empenharam.

EMDUR conquista Prêmio Gestor Público do TCE-PR.
Essa premiação foi conquistada devido às pavimentações e infraestruturas rurais feitas no interior já ultrapassam os R$ 150 milhões de reais (atualizado) desde sua implantação. Toledo é líder do ranking do Valor Bruto da Produção Agropecuária do Paraná, de acordo com dados do Deral (R$ 2,166 bilhões) essa força produtiva daqueles que vivem no campo se fez necessário que no ano de 1998.

Paraná está livre da Aftosa e peste suína
O deputado Federal José Carlos Schiavinato presidiu audiência pública na Câmara dos Deputados e contou com a presença do secretário de Agricultura do Paraná Norberto Anacleto Ortigara e de técnicos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para tratar da sanidade animal do estado do Paraná.

Paraná está livre da Aftosa e peste suína I
O reconhecimento do Paraná como área livre aftosa sem vacinação confere um status que irá contribuir para que os produtos da pecuária estadual alcancem mercados internacionais mais exigentes e que pagam muito melhor, a exemplo do que já acontece com Santa Catarina. Estamos seguros de que o processo de consolidação do sistema sanitário do Paraná se construiu ao longo de décadas, afirmou o parlamentar.

Noroeste – Gado do Noroeste do Paqraná – ( Loanda) Foto: José Adair Gomercindo-SECS

Paraná está livre da Aftosa e peste suína II
Depois da reunião de entidades do setor produtivo que estiveram reunidos, na sede do Sistema Ocepar, em Curitiba, com o objetivo de discutir temas ligados à febre aftosa e peste suína clássica e se preparar para a visita da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, no próximo dia 15, na capital paranaense. Ela vai ao estado para assinar a Instrução Normativa n° 44, que possibilita tornar o Paraná área livre de febre aftosa e da peste suína sem vacinação.

Paraná está livre da Aftosa e peste suína III
Para que isso ocorresse, foram desencadeadas várias ações, como construção de barreiras, publicação de edital para contratação de pessoal, entre outras, em atendimento às exigências que o processo impõe, incluindo as auditorias do Mapa. É um passo importante para que, em 2021, a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) também reconheça essa condição do Paraná, durante sua Assembleia Geral.