Thursday, June 4, 2020
Isenção e Verdade


Governo começa duplicação da Rodovia dos Minérios

As obras de duplicação da PR-092, a Rodovia dos Minérios, vão começar na primeira quinzena de outubro. Serão investidos R$…

Por redacao gazeta , em Estadual , no dia1 de outubro de 2019, 13:52h

As obras de duplicação da PR-092, a Rodovia dos Minérios, vão começar na primeira quinzena de outubro. Serão investidos R$ 90,6 milhões para construir novas pistas, vias marginais, pontes, viadutos, passarela, calçadas e ciclovias no trecho entre Curitiba e Almirante Tamandaré, em uma extensão de 4,74 quilômetros.

O contrato entre o Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) e a empresa que venceu a licitação já foi assinado. O prazo de execução é de dois anos.

“Os moradores de Almirante Tamandaré sabem muito bem o tamanho dos problemas que essa obra enfrentou para sair do papel. A gestão do governador Ratinho Júnior está realizando uma obra aguardada há décadas, e que vai ficar pronta ainda neste governo” afirma o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex. “O trânsito entre Almirante Tamandaré e Curitiba vai ficar muito melhor e mais seguro, beneficiando condutores e habitantes da região”, diz.

A obra começa com a terraplenagem e pavimentação das vias marginais, que terão oito metros de largura e sentido único. Após sua conclusão, elas irão receber o tráfego da via principal, que será fechada para a duplicação. Somente nos pontos sem marginais será mantida aberta uma pista simples durante as obras.

O objetivo é garantir que os condutores possam utilizar a rodovia durante os serviços com o mínimo de interferência possível. Todos os locais de trabalho estarão sinalizados, orientando os motoristas e seguindo as normas de segurança vigentes.

Juntamente com as marginais, serão construídas calçadas para pedestres e ciclovia em ambos os lados da pista, com a ciclovia sendo implantada também nos trechos sem marginal. Além disso, a obra inclui uma passarela para pedestres no Km 10 + 930 metros, local identificado como travessia de estudantes e ligação entre bairros.

PISTA CENTRAL – A duplicação começa um pouco antes da ponte sobre o Rio Barigui, próxima ao entroncamento com a PR-418, o Contorno Norte de Curitiba.

Na pista central será feita a terraplenagem para implantar as faixas novas e a demolição do pavimento atual. Cada sentido da rodovia terá duas faixas de 3,6 metros cada e acostamentos de ambos os lados. Uma barreira de concreto de 60 cm de largura vai dividir os dois sentidos da rodovia.

“Na via central da duplicação vamos implantar o pavimento rígido, constituído por placas de concreto de cimento com espessura de 27 centímetros. Esta é a solução que irá melhor atender o volume de tráfego da pista, bem como as características do solo da região”, explica o diretor geral do DER/PR, Fernando Furiatti.

OBRAS DE ARTE – Antes da pavimentação da PR-092, serão executadas as Obras de Arte Especiais da obra: cinco pontes e dois viadutos.

Das cinco pontes existentes sobre o Rio Barigui no trecho, quatro serão demolidas e substituídas, e uma será mantida para uso local, mas devido a uma alteração no traçado da pista ela não fará mais parte da rodovia. Uma outra ponte será construída no traçado novo. Em cada travessia sobre o rio serão construídas duas estruturas independentes, uma para cada sentido da via.

Também serão implantados dois viadutos no trecho, com comprimento de 38,80 metros, para facilitar o retorno dos veículos. Assim como nas pontes, serão duas estruturas em cada local, uma para cada sentido da via.

DRENAGEM – A obra inclui a implantação de bueiros, bocas de lobo, sarjetas e drenos para lidar com a água da chuva e o lençol freático. Tanto a via central quanto as marginais irão receber Bueiros Simples Tubulares de Concreto (BSTC) novos para escoamento.

Além disso, sarjetas de concreto farão a drenagem superficial, captando a água da chuva e conduzindo-a para saídas laterais, enquanto a drenagem subterrânea será feita com a implantação de drenos longitudinais, que interceptam e rebaixam o lençol freático, preservando a terraplenagem e o pavimento. Outros serviços de drenagem incluem a implantação de galerias, canaleta, caixas coletoras, caixa de ligação, descidas e entradas d’água.

A duplicação da PR-092 também vai receber os serviços de sinalização horizontal (pintura de linhas, faixas, símbolos e colocação de tachas refletivas) e sinalização vertical (placas), iluminação com postes de 12 metros de altura em intervalos de 40 metros, contenção com aterros e cortinas atirantadas, serviços complementares (abrigos em pontos de ônibus, cercas, rampas para acessibilidade, piso tátil, entre outros) e o remanejamento das redes de água e de esgoto.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
%d blogueiros gostam disto: