Saturday, December 14, 2019
Isenção e Verdade


Bolsista do Geração Olímpica garante vaga em Tóquio 2020

Ana Sátila, uma das principais atletas da canoagem slalom do mundo, garantiu nesta quinta-feira (26) a vaga brasileira para os…

Por redacao gazeta , em Estadual , no dia27 de setembro de 2019, 14:20h

Clique Aqui


Ana Sátila, uma das principais atletas da canoagem slalom do mundo, garantiu nesta quinta-feira (26) a vaga brasileira para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020. Ela é bolsista do Geração Olímpica, programa do Governo do Estado que concede bolsas a atletas, desde de sua base até o rendimento, e também a técnicos, com patrocínio da Copel. Hoje são 1252 bolsistas e a previsão é conceder cerca de 5 mil bolsas em quatro anos.

Ana garantiu a vaga nesta quinta-feira (26) após se classificar para a semifinal da prova K1 (caiaque) feminino no Campeonato Mundial em La Seu D’Urgell, na Espanha, logo em sua primeira descida classificatória. Recentemente, Ela ganhou duas medalhas de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, e têm o título de Rainha das Américas em sua modalidade.

Ela é bolsista do Programa Geração Olímpica desde 2015, sempre contemplada na maior categoria de bolsa ofertada. Com apenas 23 anos, tem um currículo expressivo. Em Londres, em 2012, Ana foi a atleta mais jovem do Brasil a disputar os jogos olímpicos, com apenas 16 anos. Dois anos mais tarde, em sua participação nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá, ela fechou a competição com a medalha de prata no K1 e ouro no C1 (canoa), sua especialidade.

Em 2018, no Rio de Janeiro, a atleta conquistou sua primeira medalha de ouro em um Mundial de Canoagem, sendo a campeã na categoria K1 Extreme. Em Cracóvia, na Polônia, no Mundial Sub-23, ela também subiu no lugar mais alto do pódio em duas categorias – K1 Extremo e C1. Este ano, nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, Ana confirmou o favoritismo ao trazer para o Brasil e para o Paraná dois ouros, também uma medalha dourada no K1 Extremo e outra no C1.

Neste mundial da Espanha, além da final do K1, Ana ainda disputa a categoria C1 nesta sexta-feira (27), também valendo vaga olímpica pra o Brasil. A vaga conquistada é para o país e a atleta que representará o Brasil será definida a partir de uma seletiva nacional que acontece em 2020. Contudo, a tendência é que Ana Sátila seja confirmada com a representante brasileira em Tóquio.

Se o favoritismo se confirmar, os Jogos Olímpicos de Tóquio contarão com a terceira participação dela em uma olimpíada, pois, além de Londres, Ana competiu na Rio 2016, já como bolsista do Geração Olímpica.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná

%d blogueiros gostam disto: