Friday, December 6, 2019
Isenção e Verdade


Evento discute uso de novas tecnologias na área da saúde

O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, esteve nesta quarta-feira (18) na Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação…

Por redacao gazeta , em Estadual , no dia19 de setembro de 2019, 14:20h

CMIX.GIF

Clique Aqui


O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, esteve nesta quarta-feira (18) na Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar), em Curitiba, para mediar o evento “As novas tecnologias e seus impactos para a atividade hospitalar e de outros serviços de saúde”. Foram apresentadas alternativas e possibilidades de inovações na área de saúde com a inclusão da tecnologia para distâncias, que é uma das grandes propostas desta administração estadual.

O secretário destacou que inovação em saúde significa, especialmente, fazer com que o atendimento das pessoas aconteça perto de casa, reduzindo trajetos para aqueles que, por vezes, precisam se deslocar em longas distâncias para receber a assistência do serviço público.

“Com o constante avanço da tecnologia, o Governo do Estado, através da Secretaria da Saúde, se preocupa em buscar inovações significativas para facilitar o acesso da população aos sistemas de saúde. Inovar em saúde muitas vezes não é simplesmente o aplicativo de celular, mas também que o nosso cidadão paranaense seja atendido mais perto da casa, em 90% das necessidades, sem precisar se deslocar 500 quilômetros”.

Scott Stewart, representante de uma empresa canadense de tecnologia prestadora de serviços de consultoria, apresentou o panorama de algumas ferramentas de atendimento utilizadas no país. Ele lembrou que o custo hospitalar é muito alto e que alinhar despesa e oferta de serviço de qualidade para a população é sempre um desafio da gestão da saúde.

“É importante planejar. Em saúde, nossa meta é sempre fazer mais com menos. Uma das inovações que facilitou em muitos aspectos é o aplicativo que mostra para um paciente onde, quando e por quem será atendido”.

Representando a Federação dos Hospitais e Estabelecimentos de Serviços de Saúde no Estado do Paraná (Fehospar), o assessor jurídico Phillipe Fabrício de Mello falou sobre os sistemas de suporte organizacionais e também sobre o cenário hospitalar atual do Estado. “Cerca de 70% dos leitos hoje do Paraná estão sob a gestão da secretaria estadual de Saúde. Então uma das nossas grandes preocupações é tentar participar ativamente com o poder público no desenvolvimento econômico do setor de saúde”.

A advogada Adriana D’Avila salientou a importância da segurança da confidencialidade de informação, especialmente acerca dos prontuários eletrônicos. “A Lei Geral de Proteção de Dados regula o tratamento de informações pessoais. Atualmente quase tudo acontece na rede, em alguns lugares ao redor do mundo, já se trabalha com banco de dados totalmente armazenados em nuvens. Então nós precisamos nos atualizar para que não fiquemos de fora do mercado internacional que já atua desta maneira”, destacou.

INOVAÇÃO – O Paraná lançou no primeiro semestre deste ano o primeiro programa de inteligência artificial do Brasil focado na prestação de serviços à população. O Paraná Inteligência Artificial (PIÁ) é a plataforma, disponível também em aplicativo, que reúne cerca de 380 serviços do Governo em um só lugar e funciona como canal de diálogo com o cidadão para atender demandas e reclamações.

O evento foi organizado pela Celepar, junto com a Câmara de Comércio Brasil – Canadá, Agência Paraná de Desenvolvimento, com a participação da Fehospar e do escritório de Advocacia Correa de Castro.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná

%d blogueiros gostam disto: