Friday, December 6, 2019
Isenção e Verdade


11ª Semana farroupilha em tempo record

Festa do Porco no rolete – estacionamento pago e abandonado Um empresário de Toledo, contou-me que, levou cerca de 1h25min…

Por Eliseu Langner de Lima MTPR 11737 , em Gente x Poder , no dia18 de setembro de 2019, 16:20h

CMIX.GIF

Clique Aqui


Festa do Porco no rolete – estacionamento pago e abandonado

Um empresário de Toledo, contou-me que, levou cerca de 1h25min para chegar a festa nacional do Porco. Para encontrar estacionamento só pago. Tudo bem para ele. Mas, após pagar, perguntou se seu veículo estaria seguro teve a resposta que esperava. Sim, o carro só sairá se, nos entregarem esse recibo que foi pago. Ele saiu da festa as 15h38 minutos e até agora, não encontrou a empresa para devolver o TIKET. Há, inclusive com o numero do telefone celular que não funciona.

Falando em festa do porco…
Recebi essa imagem que, me remete a um termo muito ouvido nas pré-eleições seja para os cargos de prefeito ou vereanças: Inovação:

Sanidade animal
O secretário da agricultura de Toledo, Lídio Michels, esta informando a todos os nossos produtores que a ADAPAR estará alertando sobre as vacinações (períodos- próprios e impróprios) a partir do dia 31 de outubro devido à atualização dos rebanhos. Veja a tabela:

Semana Farroupilha
Veja a programação:

Vereador perde direitos políticos
O Ministério Público do Paraná, a partir da Promotoria de Justiça Eleitoral de Mangueirinha, Centro-Sul paranaense, emitiu recomendação administrativa para que a mesa diretora da Câmara Municipal de Foz do Jordão (município da comarca) declare extinto o mandato de vereador que teve direitos políticos suspensos em razão do trânsito em julgado de condenação pela prática de ato de improbidade administrativa.

Vereador perde direitos políticos
Em dezembro do ano passado, transitou em julgado sentença condenatória que aplicou ao vereador, entre outras sanções, a suspensão dos direitos políticos por três anos. A recomendação alerta que a própria Lei Orgânica do Município de Foz do Jordão prevê expressamente a perda de mandato de vereador que tiver suspensos os direitos políticos.

Nota de esclarecimento do deputado Schiavinato
Em respeito à população brasileira, à Operação Lava Jato e ao Ministro Sérgio Moro, esclareço que desde que tomei conhecimento do teor da tal supracitada CPI, solicitei de maneira irrevogável a retirada da minha assinatura do requerimento nos termos do Art. 102, Parágrafo 4º do Regimento Interno da Câmara dos Deputados, conforme protocolo nº 2403/2019.

Nota de esclarecimento do deputado Schiavinato I
Esclareço ainda que a assinatura se deu em momento onde eram assinados vários requerimentos, sendo que este estava incluído em um montante e foi assinado despercebidamente. Inclusive votei para que o COAF ficasse com o Sérgio Moro, justamente para fortalecer a Lava Jato.

Nota de esclarecimento do deputado Schiavinato II
Se necessário for, iremos em conjunto com outros parlamentares requerer a retirada das assinaturas junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), pois não concordo com o conteúdo e intuito da CPI. – José Carlos Schiavinato – Deputado Federal

Câmara dos Deputados
%d blogueiros gostam disto: