Thursday, December 12, 2019
Isenção e Verdade


Exportações de carne seguem em alta nos Portos do Paraná

As exportações de carnes pelo Porto de Paranaguá, de janeiro a agosto deste ano, foram de 1,28 milhão de toneladas….

Por redacao gazeta , em Estadual , no dia9 de setembro de 2019, 16:53h

CMIX.GIF

Clique Aqui


As exportações de carnes pelo Porto de Paranaguá, de janeiro a agosto deste ano, foram de 1,28 milhão de toneladas. O volume representa um aumento de 13,27% em relação ao registrado no mesmo período de 2018, com 1,13 milhão de toneladas de carnes exportadas. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

As carnes exportadas pelo Porto do Paraná, segundo o Governo Federal, geraram, nos últimos oito meses, receita de cerca de US$ 2,41 bilhões. Em 2018, foram US$ 2 bilhões.

O maior aumento registrado, entre os produtos, foi na carne de boi: 35,5% na comparação entre os meses de janeiro a agosto, de 2018 e 2019. Este ano, foram 119,25 mil toneladas exportadas do produto. Em 2018, foram 88 mil.

Os principais mercados da carne bovina, nesses oito meses, foram China, Hong Kong, Egito, Irã e Emirados Árabes.

SUÍNOS – A carne de porco também registra aumento significativo. De janeiro a agosto, este ano, foram 45,5 mil toneladas exportadas – volume 33,8% maior que o registrado em 2018, com 34 mil toneladas movimentadas.

Os principais destinos são Hong Kong, China, Cingapura, Vietnã e Albânia.

Segundo o economista Marcelo Garrido, do Departamento de Economia Rural (Deral) da Secteria estadual da Agricultura, o aumento nas exportações de carne de porco ainda é reflexo da perda da China e dos vizinhos do sudeste asiático nos próprios rebanhos com a peste suína.

“Esta crise nos principais consumidores de suíno do mundo abriu para o Paraná e todo o Brasil uma oportunidade muito grande”, afirma.

FRANGO – Apesar de registrar o menor aumento, a carne de frango é a exportada em maior volume pelo Porto de Paranaguá. Este ano, no período do último fechamento, foi 1,1 milhão de toneladas exportadas – 12% a mais que o registrado de janeiro a agosto de 2018 (982,4 mil toneladas).

O produto sozinho gerou receita de US$ 1,75 bilhão. O montante representa quase 73% da receita total gerada pelas exportações de carne deste ano. Os principais destinos do frango que saiu pelo Porto de Paranaguá foram China, Japão, Arábia Saudita, Emirados Árabes e Hong Kong.

GERAL – A movimentação dos Portos do Paraná passou dos 35,6 milhões de toneladas. Os números da empresa, de janeiro a agosto, acabam de ser fechados. O volume registrado nos últimos oito meses do ano é praticamente o mesmo de 2018. Cerca de 63,5% do total movimentado são de exportação.

O segmento da carga geral é que apresenta maior aumento: 7%. Este ano, de janeiro a agosto, foram quase 7,4 milhões de toneladas contra 6,9 milhões movimentados no ano passado.

Entre os produtos dessa natureza, estão os contêineres. Nos oito últimos meses do ano, foram 575.888 TEUs movimentados (quase metade exportação). O aumento registrado este ano, frente aos 495.751 TEUs movimentados no período, em 2018, é de 16%.

A carne de frango representa o maior volume entre as cargas exportadas em contêineres pelo Porto de Paranaguá. Do produto, este ano, foram 37.121 contêineres exportados.

EXPECTATIVA – Segundo o diretor-presidente da empresa pública Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia, a movimentação geral dos portos, que vinha numa sequência de queda, de fevereiro a maio, em relação a 2018, gradativamente vem se recuperando.

“Já estamos no mesmo patamar do volume movimentado de janeiro a agosto do ano passado. De junho até agora, com produtividade e mantendo o padrão de eficiência, vimos reduzindo a diferença que começou maior”, aponta.

De acordo com Garcia, a expectativa para 2019 é manter o equilíbrio até dezembro.

Para conferir os outros números do fechamento de janeiro a agosto, basta clicar em estatísticas, no site operacional dos Portos do Paraná:

www.portosdoparana.pr.gov.br/Operacional

Fonte: Agência de Notícias do Paraná

%d blogueiros gostam disto: