Friday, December 6, 2019
Isenção e Verdade


Museus pertencentes ao Estado abrirão no feriado da Independência

Neste sábado e domingo, 7 e 8 de setembro, feriado da Independência do Brasil e Dia da Nossa Senhora da…

Por redacao gazeta , em Estadual , no dia3 de setembro de 2019, 14:34h

CMIX.GIF

Clique Aqui


Neste sábado e domingo, 7 e 8 de setembro, feriado da Independência do Brasil e Dia da Nossa Senhora da Luz dos Pinhais, padroeira de Curitiba, o público poderá visitar os espaços culturais da Superintendência da Cultura da Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura, para conferir as exposições abertas nos museus. Eles funcionarão em horários especiais. Os únicos espaços que fecham no feriado são o Centro Juvenil de Artes Plásticas (CJAP) e a Biblioteca Pública do Paraná.

O Museu Oscar Niemeyer (MON) conta com mostras inauguradas recentemente, como a obra Spider, da artista francesa Louise Bourgeois, e a mostra Declaração de Princípios, que reúne trabalhos recentes e inéditos do artista paranaense Geraldo Leão. Também estão em cartaz África, mãe de todos nós: conexão entre mundos, uma significativa coleção de máscaras africanas, e Ásia: a terra, os homens, os deuses, com uma seleção de 200 peças vindas de mais de dez países do continente.

Já no Museu de Arte Contemporânea do Paraná, que está funcionando temporariamente nas salas 8 e 9 do MON por conta da reforma da sua sede no centro, o visitante pode ver a mostra Ero Ere: negras conexões, com curadoria do professor e pesquisador Emanuel Monteiro, que reúne fotografias, esculturas, objetos em cerâmica e obras têxteis que foram realizados pelas artistas do coletivo Ero Ere.

HISTÓRIA – No Museu Paranaense, a novidade é a exposição fotográfica Aproximações – ucranianos e poloneses nas fronteiras agrícolas do Paraná, de João Urban, que reúne imagens dos descendentes de imigrantes poloneses no Paraná. Além disso, conta com uma série de exposições históricas, como Ocupação do território paranaense, Dinheiro e Honraria: o acervo de numismática do Museu Paranaense, Imigração no Paraná, Igrejas ucranianas no Paraná.

A fotografia também é destaque no Museu da Imagem e do Som do Paraná: Memória, imagem e infância apresenta 27 imagens que têm a infância e a memória como elo temático; as obras são de fotógrafos convidados e do acervo do museu, da Coleção Guilherme Glück. O visitante também tem acesso à coleção tridimensional do MIS-PR, composta por rádios, radiolas, toca-discos, moviolas, câmeras fotográficas e projetores.

Vivenciar o cotidiano do artista norueguês Alfredo Andersen é a experiência que o visitante pode ter no Museu Casa Alfredo Andersen. O museu-casa exibe parte do acervo do pintor, além de objetos e documentos da escola-ateliê.

E no Museu do Expedicionário, o acervo de fotografias, mapas, documentos, peças, ilustrações, filmes e livros retrata a participação da Força Expedicionária Brasileira (FEB) na Segunda Guerra Mundial.

Confira AQUI o horário de funcionamento dos espaços.

SERVIÇO:

Museu Casa Alfredo Andersen – Rua Mateus Leme, 336. (41) 3222-8262. Curitiba

Museu de Arte Contemporânea do Paraná – Rua Marechal Hermes, 999. (41) 3323-5328. Curitiba

Museu do Expedicionário – Praça do Expedicionário, s/nº. (41) 3362-8231. Curitiba

Museu da Imagem e do Som do Paraná – Rua Barão do Rio Branco, 395. (41) 3232-9113. Curitiba

Museu Oscar Niemeyer – Rua Marechal Hermes, 999. (41) 3350-4400. Curitiba

Museu Paranaense – Rua Kellers, 289. (41) 3304-3300. Curitiba

Fonte: Agência de Notícias do Paraná

%d blogueiros gostam disto: