Monday, June 1, 2020
Isenção e Verdade


Justiça bloqueia R$ 23,9 milhões de investigados na Quadro Negro

A 4ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba determinou nesta quinta-feira, 29 de agosto, o bloqueio de bens no valor…

Por redacao gazeta , em Segurança , no dia30 de agosto de 2019, 09:38h

Clique Aqui


A 4ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba determinou nesta quinta-feira, 29 de agosto, o bloqueio de bens no valor de R$ 23,9 milhões de investigados no âmbito da Operação Quadro Negro, que apura desvios de recursos públicos destinados à construção e reformas de escolas no estado. A decisão, em caráter liminar, atende a pedido feito pelo Ministério Público do Paraná em ação civil pública ajuizada na última terça-feira, 27 de agosto. O bloqueio atinge uma empreiteira e seis agentes públicos investigados.

O valor bloqueado refere-se à soma dos danos causados por desvios de verbas na construção e obras em três escolas estaduais, mais a multa civil estimada a ser aplicada, em caso de condenação, aos investigados pelos fatos ocorridos no âmbito da Secretaria Estadual de Educação entre os anos de 2012 e 2015.

Os desvios de recursos públicos, bem como a celebração de aditivos contratuais desnecessários, estão relacionados às obras do Centro Estadual de Educação Profissional de Campo Largo, do Colégio Estadual Yvone Pimentel, em Curitiba, e do Centro Estadual de Educação Profissional de Ibiporã.

Confira neste endereço http://www.mppr.mp.br/2019/08/21859,10/Justica-bloqueia-R-239-milhoes-de-investigados-na-Quadro-Negro.html  as ações penais e civis públicas relacionadas à investigação que já foram apresentadas pelo MPPR e estão em trâmite na Justiça.

Autos: 0006570-08.2019.8.16.0004

Assessoria de Comunicação

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
%d blogueiros gostam disto: