Monday, July 6, 2020
Isenção e Verdade


Multado por não estar com cinto TRAVADO?

Um projeto “lixo” (parte II) Como escrevi ontem, o projeto que foi enviado a Câmara Municipal de Toledo para que…

Por Eliseu Langner de Lima MTPR 11737 , em Gente x Poder , no dia27 de agosto de 2019, 18:00h

Um projeto “lixo” (parte II)

Como escrevi ontem, o projeto que foi enviado a Câmara Municipal de Toledo para que Toledo receba o “lixo” dos “lixos” de mais de 30 cidades, deve ser bem analisada para que futuramente as consequências não sejam as piores possíveis.

JPNews

Um projeto “lixo” (parte II) I
Vou repetir a pergunta de ontem e complementar com uma segunda: Nessas mais de 30 cidades que comporão o consórcio já não existem “coletas seletivas”? Sê, sim, o que vai ser depositado em Toledo serão somente os residuais chamados “rejeito” dos “rejeitos” incluindo aqueles “contaminantes e hospitalares”. E Toledo disponibiliza de um “incinerador”? Claro que não. Espero que haja audiência pública!

Falta de segurança nos “próprios” públicos preocupa vereador Baierle
Em seu pronunciamento na tribuna durante a sessão ordinária da Câmara Municipal de Toledo, o vereador Gabriel Baierle pediu mais intensificação da presença da Guarda Municipal no Terminal Rodoviário de Toledo tendo em vista as constantes reclamações de insegurança.

Falta de segurança nos “próprios” públicos preocupa vereador Baierle I
O vereador disse que há depoimentos de cidadãos que passam pela rodoviária seguidamente há a abordagem de andarilhos pedindo esmolas e até, em alguns casos, de assédio e a segurança é necessário existir para inibir tais práticas. Por essa razão, ele pede ao município que, disponha de segurança 24 horas naquele local. Veja nesse vídeo:

Dos leitores: I
Fernando Fernando Só querem cobrar dos guardas. Mais cadê as melhorias e condições de trabalho para os guardas. E fácil ficar sentado atrás de uma mesa fazendo moção de aplausos pra tudo. Ate pra buteco fizeram. Quero ver por uma farda. Entrar em uma viatura da Guarda e sair pela cidade sem arma de fogo pra dar segurança pra ele mesmo e pra população. O prefeito está brincando de fazer segurança com os guardas. Quero ver se um vereador se propõe em ajudar a corporação por melhorias. pq até agora só vejo críticas e atribuições.

Dos leitores II
DJ. E os vereadores o que tem feito, algum deles procurou a administração pra ver o que a GM precisa? Será que eles sabem que a administração da Gm, esta fugindo de fazer a formação básica exigida pela lei Federal 13.022?

Dos leitores III
Luis Oliveira Santos: Nos aqui do Santa Clara, estamos preocupados, pois como morador aqui próximo, vejo que todas as noites o CEU DAS ARTES esta sendo tomada por drogados e drogas. Não vejo qualquer tipo de segurança. Em conversa que tive com um dos GMs ele me disse que praticamente todos os dias ficam em plantão a noite e finais de semana em somente uma única viatura, para cuidar de toda a cidade e ainda atender as centenas de alarmes de prédios públicos, se tornando um serviço impossível de realizar com êxito. O GM também me relatou que essa falta de segurança deve se a redução de viaturas e de guardas municipais nestes horários mais críticos e que esse comando só está focado na realização de multas de trânsito.

Multado por não estar com cinto TRAVADO?
O Radialista e advogado Sadi Nunes da Radio União, postou essa multa e não dá para não relatar esse fato. Claro que se a Lei prevê, ela foi aplicada. O que causou estranheza ao condutor do veiculo foi o artigo de sua finalização: Andar com cinto não travado totalmente.

Multado por não estar com cinto TRAVADO? I
Segundo o condutor essa GM deve ter scanner ou RX ultra nos olhos para ver através da porta do carro, do corpo do motorista há mais de 4 metros o cinto destravado com o veiculo em movimento no horário que foi lavrado a multa. Creio que depois do caminhão a 390 km por hora, essa será a mais nova “lambança” desse descomando.

Produtores não precisam de licença da Sanepar
Vereador Leoclides Bisognin, MDB de Toledo, afirmou em plenária da sessão Ordinária na Câmara de Toledo aos produtores rurais que residem e margeiam a bacia do rio Guaçu entre São Luís Do Oeste e a BR 467, estão autorizados a fazer qualquer construção, pois não há impedimento por parte da SANEPAR. Assista o pronunciamento nesse vídeo:

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
%d blogueiros gostam disto: