Saturday, July 4, 2020
Isenção e Verdade


Seminário Estadual da Piscicultura reúne mais de 500 pessoas

Evento faz parte da programação da 21ª Festa das Orquídeas e do Peixe. A Comissão Central Organizadora da 21ª Festa…

Por redacao gazeta , em Regional , no dia23 de agosto de 2019, 13:34h

Evento faz parte da programação da 21ª Festa das Orquídeas e do Peixe.

A Comissão Central Organizadora da 21ª Festa das Orquídeas e do Peixe, em parceria com a Administração Municipal, Associação dos Aquicultores de Maripá (Aquimap), Emater e C.Vale, realizaram nesta sexta-feira (23) o 18º Seminário Estadual da Piscicultura. O evento reuniu 540 pessoas ligadas ao setor, entre eles técnicos, estudantes, pesquisadores e produtores. A primeira etapa do evento ocorreu no Salão de Festas da Comunidade Católica com três palestras e segue com almoço à base de peixe no Centro de Eventos e visitação à Feira da Aquicultura, espaço que reúne mais de 20 empresas ligadas ao setor.

Seminário Estadual da Piscicultura reúne mais de 500 pessoas 1. (Camila Angst/Assessoria)

O evento contou com a presença do vice-prefeito, Elizeu Spagnol, representando o prefeito Anderson Bento Maria; do presidente da Câmara de Vereadores, Affonso Antonio Pastore; do presidente da Comissão Central Organizadora, Rodrigo Schanoski; do presidente da C.Vale, Alfredo Lang; do presidente da AQUIMAP (Associação do Aquicultores de Maripá), Altair Pandini; do professor doutor Eduardo Ballester, representante da UFPR, setor Maripá; do gerente regional Toledo do Instituto Emater, Ivan Decker Raupp, também representando o secretário da Agricultura do Paraná, Norberto Ortigara; o chefe do IAP de Toledo, Taciano Cesar Freire Maranhão; e demais autoridades.

Na cerimônia de abertura do evento, o presidente da C.Vale, Alfredo Lang, relatou os rumos da cadeia do peixe. “Sabemos o quanto o peixe é importante para a saúde, mas ainda é uma carne muito cara, parte disso devido aos curtos de produção como a energia. Além disso, enquanto no frango temos um aproveitamento de 75%, no peixe é apenas 30% e estamos trabalhando para melhorar isso. Já exportamos pele e escama para a China, por exemplo, e a expectativa é que o mercado melhore. Nossa meta final é chegar a 1,6 milhão de peixes abatidos por dia na C.Vale”, ressalta.

Para o vice-prefeito, Elizei Spagnol, Maripá tem grande potencial como polo de tecnologia do setor. “Recebemos inúmeras caravanas durante o ano, que vem à Maripá para conhecer o sistema de produção dos nossos produtores que tem todo o apoio do poder público para que a atividade se desenvolva cada vez mais, pois sabemos da importância deste setor para o município e região, assim como as demais áreas do agronegócio”, explica.

A primeira palestra do seminário abordou o tema “Sistemas de Bioflocos para Aquicultura”, que foi apresentada pelo professor doutor da Universidade Federal do Paraná, Eduardo Luis Cupertino Ballester. O segundo tema tratou sobre o uso dos aeradores na qualidade da água para a piscicultura, assunto explanado pelo professor doutor do Instituto Federal do Paraná, Anderson Coldebella. O último tema abordou os principais desafios sanitários para a tilapicultura nacional: ontem, hoje e o amanhã. O assunto foi explanado pelo professor doutor da Universidade Federal de Minas Gerais, Carlos Leal.

DADOS – A produção brasileira de tilápia em 2018 foi de 400.280 toneladas, de acordo com levantamento da Associação Brasileira da Piscicultura (PEIXE BR). Esse resultado coloca o Brasil entre os quatro maiores produtores de tilápia do mundo, atrás de China, Indonésia e Egito.

O Paraná mais uma vez foi destaque na produção de peixes, atingindo 129.000 toneladas, representando mais de 17% da produção nacional e mais de 32% da produção total da espécie, se consolidando como o maior produtor nacional, seguido por São Paulo, Santa Catarina e Minas Gerais, respectivamente.

Dentre as regiões do estado do Paraná a região oeste se destaca, respondendo por 69% da produção estadual. De acordo com dados do Deral, os municípios com as maiores produções, em ordem de produção são: Nova Aurora, Assis Chateaubriand, Toledo e Maripá, respectivamente.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
%d blogueiros gostam disto: