Clique Aqui

Tuesday, June 25, 2019
Isenção e Verdade


Paraná tem taxas de homicídio maior que São Paulo

Por Bruno Willian Gregorio/ Estudante de Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Não é de hoje que classificamos a violência no…

Por redacao gazeta , em Cidade Segurança , no dia12 de junho de 2019, 09:57h


Por Bruno Willian Gregorio/ Estudante de Análise e Desenvolvimento de Sistemas.

Não é de hoje que classificamos a violência no Brasil como algo corriqueiro e normalizado. Partindo dessa máxima, sempre se costuma apontar os estados do Rio de Janeiro e de São Paulo como os mais violentos do país. Se pegarmos os dados do IPEA – Instituto de Pesquisa Econômica Avançada sobre o número de homicídios cometidos nos estados do Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Sergipe e Mato Grosso do Sul, veremos os seguintes números:

Se simplesmente pegarmos esses valores e os analisarmos dessa forma teremos o Paraná com 3.080 homicídios no ano de 2016, contra 6.053 no estado do Rio de Janeiro e 4.870 no estado de São Paulo, sendo assim o estado de São Paulo teve um número quase 50 % maior e o estado do Rio de Janeiro configurou quase o dobro do número homicídios. Assim como nossos outros dois vizinhos, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina, com 671 e 984, respectivamente, números muito abaixo dos três estados anteriores. Por último Sergipe, estado do Nordeste brasileiro, com 1.465, o qual aparenta ser menos violento que os três primeiros estados apresentados.

Se pegarmos os números de maneira “crua” teremos apenas dados quantitativos que não representam a realidade da violência nesses estados. Não se pode apenas comparar os números com números, você deve levar em conta a quantidade de habitantes os quais vivem nesses estados e comparar os números de maneira proporcional.

Observe os dados do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística referentes à população de 2016 nos seis estados citados anteriormente:

            No tocante esses mesmo seis estados, em primeiro lugar aparece São Paulo com 44.749.699 habitantes, em segundo Rio de Janeiro 16.635.996 habitantes, em terceiro Paraná com 11.242.720 habitantes, em quarto Santa Catarina com 6.910.553 habitantes, em quinto Mato Grosso do Sul com 2.682.386 habitantes, e em sexto Sergipe com 2.265.779 habitantes.

Após olhar os dados sobre homicídios e os contingente populacional destes seis estados, já se pode começar a ter uma ideia sobre o panorama real da violência nesses estados.     

Quando se precisa comparar dados dessa natureza, precisamos transformar os dados propriamente ditos em dados estatísticos. E como fazemos isso?

É algo até bem simples de se fazer, assim como para taxa de mortalidade infantil e outros dados estatísticos, apresentamos as taxas por 100 mil habitantes. Para demonstrar, vamos pegar o estado do Paraná. O que você deve fazer é pegar o dado 3.080, no caso os homicídios, dividir pela população que é de 11.242.720 (0,0002739) e multiplicar o resultado dessa divisão por 100.000, considerando duas casas depois da vírgula o resultado será 27,39 homicídios a cada 100 mil habitantes.

Agora pode-se comparar os estados da maneira correta, observe o gráfico de dados do IPEA sobre os seis estados comparados anteriormente, porém de maneira proporcional, com a taxa por 100 mil habitantes:

Os dados sobre a violência se tornam agora mais palpáveis e reais. Em último lugar na lista vem o estado de São Paulo, com 10,88 homicídios por 100 mil habitantes e em Primeiro o estado do Sergipe, com 64,66 homicídios por 100 mil habitantes. O mais alarmante é que o Paraná configura a quantia de 27,39 homicídios por 100 mil habitantes, sendo o mais violento dentre os três que este faz fronteira, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul e São Paulo com 14,24 , 25,02 e 10,88 homicídios por 100 mil habitantes, respectivamente. Estando a apenas 9 homicídios por 100 mil habitantes atrás do Rio de Janeiro.

Não é para menos, o estado do Paraná figura quatro municípios na lista das 100 cidades mais violentas do Brasil, todos pertencentes à região metropolitana de Curitiba. Se fizermos o comparativo da taxa de homicídios por 100 mil habitantes de Almirante Tamandaré com o El Salvador, a maior taxa de proporcional de homicídios no mundo com a incrível taxa de 60 por 100 mil habitantes, veremos que Almirante Tamandaré passa esse número em 28.     

            Referências:

IPEA – INSTITUTO DE PESQUISAS ECONÔMICAS AVANÇADAS. Atlas da Violência – Homicídios. Disponível em: http://www.ipea.gov.br/atlasviolencia/dados-series/17 Acesso em: 27 de maio de 2019

IPEA – INSTITUTO DE PESQUISAS ECONÔMICAS AVANÇADAS. Atlas da Violência – Taxa de Homicídios. Disponível em: http://www.ipea.gov.br/atlasviolencia/dados-series/20 Acesso em: 27 de maio de 2019

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA . Estimativas de  população.  Disponível em: ftp://ftp.ibge.gov.br/Estimativas_de_Populacao/Estimativas_2016/estimativa_dou_2016_20160913.pdf Acesso em: 27 de maio de 2019

BRETAS, Valéria. As 100 cidades grandes e médias mais violentas do Brasil, segundo o Ipea. Disponível em: https://exame.abril.com.br/brasil/as-100-cidades-grandes-e-medias-mais-violentas-do-brasil-segundo-o-ipea/ Acesso em: 27 de maio de 2019