Clique Aqui

Tuesday, June 25, 2019
Isenção e Verdade


As responsabilidades de um jornalista

Atuar com a elaboração e pesquisas de matérias jornalísticas, investigando os fatos e as informações de interesses públicos, redigir e…

Por Eliseu Langner de Lima MTPR 11737 , em Gente x Poder , no dia11 de junho de 2019, 17:40h


Atuar com a elaboração e pesquisas de matérias jornalísticas, investigando os fatos e as informações de interesses públicos, redigir e editar reportagens, de acordo com o público alvo, e acima de tudo, informar com responsabilidade, garantindo a pluralidade de opiniões.

As responsabilidades de um jornalista I

No exercício da liberdade de informação é elementar que nos jornalistas observemos a autenticidade da ocorrência a ser divulgada. Essa cautela atende o binômio direito-dever de informar, quanto à imprensa, e os direitos de ser informado e de se informar, relativos aos cidadãos.

As responsabilidades de um jornalista II

Sob outro aspecto, procuro sempre resguardar os direitos da pessoa indicada como autora do fato desde que, não autorizada sua revelação. Os profissionais da comunicação social sejam do rádio, TV, jornal, revista, deve observar, rigorosamentea credibilidade pública da fonte ea fidelidade da ocorrência.

As responsabilidades de um jornalista III

Explicações: Duas matérias sendo uma redigida e outra feita ao vivo estão sendo questionadas da não observação ética em ouvir as partes envolvidas , por tarde desse profissional: Na matéria redigida que se refere ao lixo do Colégio Incomar foi contatado responsável da administração da instituição (gravado) e não quiseram se manifestar, mas, esse jornal ficou com as inúmeras manifestações e  indignação pública que chegou ao jornalismo.

As responsabilidades de um jornalista IV

No que se refere às denúncias feitas na tribuna feita pela vereadora Marli do Esporte sobre possíveis ameaças de morte dela e da secretária geral Marlene da Silva, entrei em contato com todos. Apenas o vereador Leandro se dispôs a dar entrevista, permanecendo assim, até do dia 30 apenas sua versão dos fatos.

As responsabilidades de um jornalista V

No dia 30 de maio, recebi um áudio da presidente do Sertoledo, dizendo que não se manifestou por que não tinha sido notificada pelo MP o que lhe é de direito.  No áudio ela trata essa coluna de “notinhas” e orienta esse jornalista a ler a decisão “interpretada ou entendida” pela delegada do Gaeco, como se esse jornalista não tivesse cumprido com seu dever nas LEIS acima prescrito.

As responsabilidades de um jornalista VI

Curiosamente, nesse mesmo dia, achei que a vereadora Marli do esporte, já restaurada de sua cirurgia viesse se manifestar aqui na Gazeta, pois tinha colocado os espaços, tempos e horário a sua disposição e como única resposta que tivemos dela foi sua saída do grupo de Whatsapp da Gazeta também no dia 30 de maio às 18h18min, não usando de seu “direito” de se manifestar. Ainda estou disponibilizando os espaços a ambas as partes, ou, os demais citados na entrevista concedida pelo vereador Leandro Moura.

As responsabilidades de um jornalista VII

Quero tornar esse assunto público, por que se trata de fatos que envolvem “instituições e agentes públicas”, por tanto, pública e, não pessoal, como parece se encaminhar nas decisões e retaliações já tomadas a esse Jornal e que em breve e no tempo certo publicarei.  Vejo que o slogan ISENÇÃO E VERDADE que escolhemos para a Gazeta de Toledo, para alguns são subjugados como só, uma “notinha”.

Lideranças e trabalhadores

No café da manhã proporcionado pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Toledo nessa terça-feira por ocasião do encontro de mais de 36 sindicatos filiados a Fetraep, registrei esse momento de conexão ente o prefeito Lucio de Marchi, Delvo Baldin anfitrião do vento, PE. Hélio Bamberg, vigário geral da Diocese de Toledo e da vereadora Olinda Fiorentin (Cidadania).

Wilson da Romera deve trocar de sobrenome

Ele leva em sua “cara” a marca Romera por ser integro e se entregar de corpo e alma nos negócios, trabalhos e atividades sociais.  É publico que a nona maior rede de lojas de eletrodomésticos no Brasil, que emprega mais 2,500 funcionários em 160 lojas instaladas em sete estado está pedindo recuperação judicial.   Nessa semana ele postou em sua rede social o texto comunicando os clientes, amigos, fornecedores, parceiros comerciais e colaboradores desligamento da Romera.

Wilson da Romera deve trocar de sobrenome I

Na carta de agradecimento ele enfatizou: a todos que tive o privilégio de conhecer e trabalhar, enfim as equipes que fui abençoado em poder liderar durante estes 19 anos, comunicar que partir de 10/06 não farei mais parte da Móveis Romera, fim do contrato de trabalho, segue a amizade, carinho e respeito a todos, muito obrigado por cada momento. Foram anos de aprendizagem, trabalho e sucesso.

Wilson da Romera deve trocar de sobrenome II

Saio de cabeça erguida, confiante de que fiz o meu melhor e permaneci lutando pelo bem comum de meus liderados e clientes, até onde foi possível, infelizmente, devido a inúmeras situações, minha saída se tornou inevitável. Minha eterna gratidão a todos que de forma direta e indiretamente contribuíram para meu crescimento, em especial a você cliente. Meu caro e grande amigo Wilson, sabemos que, com sua “capacidade” já tens uma nova marca em seu sobrenome.