Friday, July 3, 2020
Isenção e Verdade


Toledo está habilitado pelo Ministério da Saúde após aprovação do POM

Toledo é um dos três municípios do Paraná com o Plano Operativo Municipal (POM) aprovado pelo Ministério da Saúde. Com…

Por redacao gazeta , em Cidade , no dia30 de maio de 2019, 15:47h

Toledo é um dos três municípios do Paraná com o Plano Operativo Municipal (POM) aprovado pelo Ministério da Saúde. Com objetivo de estabelecer diretrizes para a implantação e implementação de ações de saúde, que incorporem os componentes da atenção básica, média e alta complexidade, com intuito de promover, proteger e recuperar a saúde da população adolescente em regime de internação, internação provisória e semiliberdade.

Estas ações vem ao encontro com a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde de Adolescentes em conflito com a Lei em regime de internação e internação provisória (Pnaisari).

Após a aprovação do Plano pelo Ministério da Saúde, Toledo está habilitado a receber um maior incentivo financeiro a ser utilizado nesta política pública. A Secretaria de Saúde Municipal, após a aprovação do POM, além de oferecer todos os serviços de saúde que vão desde a atenção básica como consultas e atendimentos médicos, odontológicos de enfermagem assim como liberação de exames distribuição de medicamentos entre outros insumos necessários a saúde, também oferece serviços de urgência e emergência e toda a rede municipal de saúde mental.

A enfermeira do Departamento da Rede de Atenção Primária em Saúde, Sirlene de Fatima da Silva Dela Torre, é a coordenadora do POM em Toledo. Ela explica que, além do planejamento anual com as ações que a Secretaria de Saúde, desenvolve oficinas e grupos dentro do Cense com diversas temáticas.

“Contamos também com toda a rede intersetorial municipal, os adolescentes do Cense que estão em regime fechado que tem autorização judicial frequentam estes equipamentos através de atividades externas nas secretarias da cultura, educação, esporte, centro da juventude, e assistência social”, explica Sirlene.

A enfermeira acrescenta que, “com o recurso recebido tanto da Secretaria Estadual de Saúde quanto do Ministério da Saúde o município realizou o 1º Seminário de Atenção Integral a Saúde do Adolescente em medida socioeducativa de internação abordando temas como redução de danos e suicídio, realizou também uma compra por meio de processo licitatório de diferentes materiais educativos para serem trabalhados com os adolescentes do cense como com os adolescentes de toda a rede com o objetivo de prevenção”, destaca.

O Centro de Socioeducação tem capacidade para 28 pessoas em regime fechado. O principal objetivo do POM é oportunizar aos adolescentes do Cense que estão em conflitos com a Lei a oportunidade de reconhecer os diferentes equipamentos existentes no município que acolhe e desenvolve atividades e ações capaz de inseri-los na sociedade mostrando novas possibilidades de vida a estes adolescentes.

Fonte: Secom/ Pref. de Toledo

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
%d blogueiros gostam disto: