As casas foram construídas em uma parceria do Governo do Estado com a Itaipu Binacional e a prefeitura. (Foto: Prefeitura de Guaíra)

Vinte famílias que residiam em condições precárias em Guaíra, no Oeste do Paraná, deixaram as dificuldades para trás ao conquistarem, nesta terça-feira (4), as chaves da casa própria. As moradias foram construídas em uma parceria do Governo do Estado com a Itaipu Binacional e a prefeitura e receberam investimento de R$ 1 milhão, utilizado para subsidiar integralmente o valor dos imóveis, que foram repassados de graça aos beneficiários.

As unidades habitacionais são compostas por dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço externa, em local urbanizado e com fácil acesso aos equipamentos públicos municipais. O custo por unidade é estimado em aproximadamente R$ 63 mil oriundos de recursos da Itaipu Binacional.

“São 15 moradias com 32 metros quadrados e cinco com 49 metros quadrados adaptadas para pessoas com deficiência”, explica o chefe da regional de Cascavel da Cohapar, Gerson Paranhos.

As contrapartidas do Governo do Estado para viabilização do projeto envolveram a assessoria técnica da Cohapar e a instalação subsidiada da rede de energia elétrica e padrões de ligação dos imóveis pela Copel. Ao município, coube a doação do terreno, a execução de obras de infraestrutura complementar, o cadastramento e seleção dos beneficiários.

De acordo com o prefeito de Guaíra, Heraldo Trento, a construção das casas só foi possível pelo comprometimento dos órgãos envolvidos nas três esferas do poder público. “Hoje, estamos ajudando a resolver um problema social de grande relevância do município”, afirmou.

FIM DO ALUGUEL – Entre as famílias contempladas, está a da diarista Solange dos Santos, de 44 anos, que passou por constantes dificuldades na antiga casa alugada onde morava com os sete filhos, mas que nunca teve condições financeiras de se mudar. “Minha casa antiga era simples e algumas coisas já estavam caindo, como o assoalho e o forro”, conta.

Além do trabalho como diarista, Solange precisou começar a vender café para pagar o aluguel, de R$ 300. Com a mudança de graça para o novo lar, ela pretende investir na nova profissão e continuar melhorando de vida. “Agora, tudo vai mudar. Com o dinheiro que vai sobrar do aluguel eu vou poder investir no meu negócio, comprar uma máquina de torrar café”, comemora.

PROGRAMA – O convênio do Governo do Paraná com a Itaipu Binacional envolve a construção de conjuntos habitacionais em 18 municípios das regiões Oeste e Sudoeste do Paraná. Os investimentos somam quase R$ 20 milhões para o atendimento de 365 famílias em situação de vulnerabilidade social indicadas pelas prefeituras.

Fonte: Agência Estadual de Notícias